segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte diz que Trump declarou guerra ao país


Segunda, 25 de Setembro de 2017 - 14:40
Ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte diz que Trump declarou guerra ao país
Foto: Reprodução / YouTube
O ministro de Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, afirmou nesta segunda-feira (25) que o presidente americano Donald Trump declarou guerra ao país. Durante o final de semana, ambos trocaram insultos, com Ri chamando o republicano de "um transtornado mental repleto de megalomania" neste sábado (23), ao que Trump reagiu. Neste domingo (24), o americano disse que se ele faz eco aos pensamentos do "homenzinho do foguete", em referência a Kim Jong Un, "eles não estarão aí por muito mais tempo". Ri Yong Ho interpretou as palavras de Trump como declaração de guerra. "O mundo inteiro deve claramente se lembrar que foram os Estados Unidos queprimeiro declararam guerra ao nosso país. (...) Temos todo o direito de adotar contramedidas, incluindo o direito de derrubar bombardeios estratégicos dos Estados Unidos, mesmo que eles não estejam dentro do espaço aéreo do nosso país", ameaçou Ri, de acordo com o G1. O clima de tensão entre os dois países só crese. Na última sexta-feira (22), a Coreia do Norte ameaçou testar uma bomba nuclear de hidrogênio de escala sem precedentes sobre o Pacífico. A ameaça foi uma reação à fala de Trump, que prometeu destruir o país caso não tivesse escolha.

Falta de quórum adia pela segunda vez leitura de denúncia contra Temer na Câmara


Segunda, 25 de Setembro de 2017 - 16:00
Falta de quórum adia pela segunda vez leitura de denúncia contra Temer na Câmara
Foto: Lula Marques/ Agência PT
A Câmara dos Deputados adiou nesta segunda-feira (25), pela segunda vez, a leitura da nova denúncia contra o presidente Michel Temer, oferecida pela Procuradoria-Geral da República. O motivo foi o mesmo da ocasião anterior: falta de quórum. Com isso, não houve presença suficiente de parlamentares para abrir a sessão no plenário e proceder com a leitura, uma formalidade para que o processo tenha andamento na Casa. A sessão estava agendada para iniciar às 14h. Era necessário que, dos 513 deputados, pelo menos 51 deputados estivessem presentes para que ela fosse aberta. No entanto, 30 minutos depois, com apenas 23 parlamentares na Casa, dos quais nove presentes no plenário, a reunião foi cancelada. Uma nova sessão foi marcada para a manhã de terça (26). A PGR denunciou Temer ao Supremo Tribunal Federal (STF) pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. No entanto, a acusação só poderá ser analisada pela Corte caso a Câmara autorize. Segundo o presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a votação pode ser realizada em outubro.

Itapetinga: Após ocupação, grupo bloqueia acesso à fazenda 'de Geddel e Lúcio'


Segunda, 25 de Setembro de 2017 - 16:20
Itapetinga: Após ocupação, grupo bloqueia acesso à fazenda 'de Geddel e Lúcio'
Foto: Reprodução / Correio*
O acesso a uma fazenda cuja propriedade é atribuída ao ex-ministro Geddel Vieira Lima e ao irmão dele Lúcio Vieira Lima está com o acesso bloqueado na manhã desta segunda-feira (25). Um grupo, com cerca de 25 pessoas, obstruiu a passagem ao terreno que fica em Itapetinga, sudoeste baiano, após ocupar o local, na madrugada do sábado (23) (ver aqui). Segundo informações que chegaram à Polícia Civil de Itapetinga, o acesso à fazenda foi bloqueado com galhos de árvores, paus e pedras. Conforme o Correio*, empregados da propriedade confirmaram a informação ao delegado Antonio Roberto Júnior. Ainda segundo o relato, os funcionários disseram também que alguns dos invasores estavam armados com espingardas de baixo calibre. A fazenda, uma das propriedades da família Vieira Lima, fica dentro do território de Itapetinga nas proximidades do Rio Pardo e a 10 km da cidade de Potiraguá.

Justiça deve barrar Lula em disputa presidencial, prevê PT

O Partido dos Trabalhadores (PT), oficialmente aposta na candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como “irreversível” e “irrevogável”. A própria presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, afirmou que, mesmo que o Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4) ratifique a condenação, Lula pode recorrer às instâncias superiores. Nos bastidores, a percepção é que a Justiça dificilmente vá autorizar que Lula concorra pela sexta vez à Presidência é cada vez maior.
Uma pessoa ligada ao petista, chegou a sugerir que, diante desse panorama de indefinição, Lula deveria dedicar o restante de 2017 para elaborar um bom programa de governo e deixe para o ano que vem a definição sobre o candidato.
O “conselheiro” ponderou outros fatores além do cerco fechado pela Lava Jato, como as incertezas sobre a reforma política e a judicialização da campanha. Mas, segundo pessoas próximas, a reação de Lula foi “extremamente negativa”.
Na última semana, em conversa com deputados estaduais da legenda, o advogado Pedro Serrano, referência jurídica da esquerda, revelou que, embora considere Lula inocente, acredita que o Judiciário sofre forte influência política e, portanto, a probabilidade maior é de que a condenação seja mantida.

Compartilhe isso:

sábado, 23 de setembro de 2017

Maia sinaliza que não deve fatiar denúncia contra Temer e ministros


Sábado, 23 de Setembro de 2017 - 13:40
Maia sinaliza que não deve fatiar denúncia contra Temer e ministros
Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil
O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), sinalizou que não deve fatiar a denúncia contra o presidente Michel Temer. Ou seja, as acusações imputadas ao peemedebista devem ser analisadas pela Casa juntamente às contra os ministros também denunciados. Segundo informações do blog do Camarotti, do G1, Maia fez a avaliação depois que técnicos da área jurídica da própria Câmara passaram a avaliar o fatiamento da denúncia, separando os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral). Temer é acusado de organização criminosa e obstrução de Justiça. Moreira e Padilha, de organização criminosa. Igualmente ao caso do presidente da República, o Supremo Tribunal Federal (STF) só poderá analisar a denúncia contra os ministros se a Câmara autorizar. Parlamentares do Centrão passaram a defender o fatiamento da denúncia (entenda aqui)

Lideranças ruralistas vão pressionar Michel Temer por perdão de R$ 17 bilhões

Sábado, 23 de Setembro de 2017 - 17:00
por José Maria Tomazela | Estadão Conteúdo
Lideranças ruralistas vão pressionar Michel Temer por perdão de R$ 17 bilhões
Foto: Beto Barata/PR
Produtores e lideranças rurais vão pressionar o presidente Michel Temer (PMDB) para que desista de recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a resolução do Senado que perdoou R$ 17 bilhões em dívidas com o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural). O assunto está na pauta do Encontro Nacional dos Produtores Rurais e do Agronegócio, que deve reunir centenas de produtores e ruralistas em Araçatuba, interior de São Paulo, na segunda-feira (25). A mobilização acontece num momento em que o presidente depende dos votos da bancada ruralista na Câmara para barrar a segunda denúncia apresentada contra ele pela Procuradoria-Geral da República (PGR) pelos crimes de obstrução da Justiça e organização criminosa. "A intenção é mostrar ao governo que o setor rural está organizado para enfrentar o que vem pela frente", disse o presidente do Sindicato Rural da Alta Noroeste (Siran), Marco Antonio Viol, que organiza o encontro em conjunto com a Sociedade Rural Brasileira (SRB), o Movimento Voz do Campo, do Rio Grande do Sul, e a União Democrática Ruralista (UDR), além de federações do setor. De acordo com Viol, além de cobrar uma solução de longo prazo para o Funrural, os produtores vão discutir outros temas polêmicos, como a cartelização nos setores de carne e suco, invasões de propriedades rurais por índios e sem-terra e questões tributárias, como o Imposto Territorial Rural (ITR). Os produtores alegam que mudanças nas regras da legislação ambiental aprovadas criam insegurança para as atividades econômicas do agronegócio. O presidente da UDR, Luiz Antonio Nabhan Garcia, disse que o agronegócio se transformou no "salvador da pátria" do governo, ao assegurar o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) e criar empregos.

Grupo armado invade fazenda que seria de Geddel em Potiraguá


Sábado, 23 de Setembro de 2017 - 18:00
Grupo armado invade fazenda que seria de Geddel em Potiraguá
Foto: Valter Campanato/ EBC
Um grupo com cerca de 25 homens armados invadiu durante a madrugada deste sábado (23) uma fazenda na cidade de Potiraguá, no sul da Bahia. De acordo com informações do G1, a Polícia Civil aponta que o terreno pertence ao ex-ministro Geddel Vieira Lima e ao seu irmão, o deputado federal Lúcio Vieira Lima. O caso foi registrado na delegacia de Itapetinga. Segundo o delegado Antônio Roberto Gomes da Silva Júnior, coordenador da Polícia Civil na cidade, os invasores diziam ser índios. "Eles fizeram os funcionários reféns durante toda a madrugada e, no ínicio da manhã, libertaram todo mundo", disse o delegado em entrevista ao G1. Ele acrescentou que integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem terra (MST) e do Movimento de Luta Pela Terra (MLT) também participaram da invasão

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

ITIÚBA: ADAB promove encontro com criadores de bovino, caprino, ovino e suíno, sobre o sistema SIAPEC

Sexta feira, (22/09/2017, na Câmara de Vereadores de Itiúba-BA, o técnico em agropecuária Magno Góes da ADAB, promoveu encontro com pequaristas com foco na agricultura familiar deste município, com a finalidade de capacitá-los sobre a implantação e manuseio do sistema informatizado SIAPEC, para produtores que têm cadastro na ADAB, basta que o citado órgão emita uma senha ao criador e a partir daí o mesmo pode acessar seu cadastro em casa e fazer as alterações necessárias como: 
1-Acesso ao cadastro
2- cadastramento de vacinas
3- Emissão de ficha sanitária
4- Baixa em mortos
5- Nascimento
6- Emissão de GTA (Guia de transito animal)

Magno orienta e tira dúvidas dos criadores sobre o funcionamento do sistema do SIAPEC
 


Senado pode antecipar proibição de coligações para pleito do próximo ano


Sexta, 22 de Setembro de 2017 - 13:20
Senado pode antecipar proibição de coligações para pleito do próximo ano
Foto: Roque Sá / Agência Senado
Alguns senadores já articulam mudar a decisão da Câmara dos Deputados e antecipar para 2018 a proibição das coligações eleitorais. O texto aprovado nesta quinta-feira (21) estabelecia o fim das coligações apenas a partir de 2020. De acordo com o Blog do Camarotti, no G1, os senadores querem evitar que o Supremo Tribunal Federal (STF) decida pelo fim imediato das coligaçõs, considerando inconstitucional o texto aprovado pelos deputados. O formato inicial da proposta de emenda à Constituição proibia a formação de coligações já no próximo ano, mas os deputados decidiram que o fim das coligações deve valer apenas em 2020. O texto-base do projeto já foi aprovado em segundo turno, mas os deputados deverão decidir ainda sobre outras sugestões de mudanças no texto, antes que a PEC seja enviada para análise dos senadores. Por outro lado, no Senado há movimento também para recuperar o patamar da cláusula de barreira de pelo menos 2% dos votos. A Câmara afrouxou a regra, estabelecendo um patamar de 1,5%. "Ou o Senado modifica ou a mudança será feita por outro Poder, no caso, o Judiciário", disse um senador.

Ministro da Saúde afirma que Brasil tem excesso de hospitais


Sexta, 22 de Setembro de 2017 - 15:20
Ministro da Saúde afirma que Brasil tem excesso de hospitais
Foto: José Cruz / Agência Brasil
O ministro da Saúde, Ricardo Barros, acredita que o sistema de saúde brasileiro poderia funcionar com um quinto dos hospitais disponíveis. Atualmente o Brasil tem mais de 7,5 mil hospitais. "Poderíamos resolver tudo com 1.500 hospitais. Esse é o dado estatístico com base numa análise criteriosa de atendimentos. Por que não fechamos hospitais? Por uma questão política", afirmou em entrevista à revista Exame. Questionado sobre a existência de filas, apesar do referido excesso de unidades de saúde, Barros pontuou que se trata de uma questão administrativa. "Precisamos otimizar as estruturas disponíveis no sistema de saúde pública. Um terço das unidades de terapia intensiva é ocupada por pessoas sob cuidados paliativos. A pessoa está num hospital que tem tomógrafo, ressonância, centro cirúrgico, ocupando um leito para não usar nada disso. Temos de dispor desse leito para quem de fato pode ser salvo por essa estrutura", ressaltou. Para o ministro, o governo federal tem cumprido o papel de financiar metade dos custos com a saúde, mas há desequilíbrio na distribuição do dinheiro público.

Jusmari Oliveira toma posse na Sedur em meio a críticas por nomeação


Sexta, 22 de Setembro de 2017 - 16:31
por Bruno Luiz / Guilherme Ferreira
Jusmari Oliveira toma posse na Sedur em meio a críticas por nomeação
Foto: Bruno Luiz / Bahia Notícias
A ex-prefeita de Barreiras, Jusmari Oliveira, tomou posse na tarde desta sexta-feira (22) como secretária estadual de Desenvolvimento e Urbanismo. Durante o evento, ela fez um discurso lembrando do seu passado no oeste do estado e destacou o fato de conseguir se tornar uma liderança política da região. A nomeação foi questionada pelo fato de Jusmari ter sido condenada em maio deste ano por fraude em licitação na compra de medicamentos e de materiais hospitalares, odontológicos e de laboratório. A decisão judicial determina o pagamento de multa e a impede de assumir cargos ou atividades na administração pública. Como a ex-prefeita de Barreiras recorreu, a sentença acabou ficando suspensa. No seu pronunciamento na cerimônia de posse, Jusmari não comentou sobre a condenação, mas respondeu a críticas de que ela não estaria preparada para o cargo na Sedur. "'Mas como ela vai ser secretária de Desenvolvimento Urbano se ela é rural?' Mas a gente tem que aprender a viver e hoje eu sou urbana", afirmou.

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

A Cidade de Jacobina - BA, recebe a visita do Governador Rui Costa, trazendo importantes investimentos e assinaturas de ordem de serviços

Com o objetivo de fortalecer a agricultura do semiárido baiano, o governador Rui Costa (PT) assinou convênios e entregou equipamentos e veículos que devem beneficiar mais de três mil famílias de pequenos agricultores da região. Em visita ao município de Jacobina nesta quinta-feira (21), Rui também autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a transferir R$ 221 milhões à Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb) para implantar, ampliar e recuperar mil sistemas simplificados de abastecimento de água e implantar módulos sanitários residenciais através do Projeto Bahia Produtiva. "Hoje foi mais um dia de muitas ações e muitas entregas, tendo como carro chefe a assinatura de convênios do programa Pró-Semiárido, que reúne intervenções para melhorar a infraestrutura e a produção na zona rural. Também anunciamos R$ 221 milhões para levar água às regiões de Jacobina, Senhor do Bonfim e Juazeiro. Serão mil sistemas simplificados de abastecimento, que vão melhorar a vida das pessoas", explicou o governador. Para o projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável na Região Semiárida da Bahia (Pró-Semiárido), foram assinados 24 convênios com associações de pequenos produtores. A iniciativa faz parte de um projeto maior que visa a erradicação da pobreza na região, com o apoio e o fortalecimento às principais cadeias produtivas dos agricultores familiares na região. O governador entregou também cinco tratores e implementos agrícolas, o que totaliza mais de R$ 470 mil de investimento. Esses equipamentos devem beneficiar os municípios de Jacobina, Juazeiro, Serrolândia, Senhor do Bonfim, e Ponto Novo. Já o Território de Identidade Piemonte Norte Itapicuru, que abrange as cidades de Antônio Gonçalves, Andorinha, Caldeirão Grande, Campo Formoso, Filadélfia, Jaguarari, Pindobaçu, Ponto Novo e Senhor do Bonfim, recebeu uma motoniveladora e uma escavadeira para melhorar a mecanização dos trabalhos de preparo de solo, plantio e colheita dos agricultores familiares. O território foi favorecido ainda com o convênio de regularização fundiária com o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável. A medida deve regularizar a emissão de dois mil títulos de terra, com um investimento de mais de R$ 1 milhão. Na ocasião, Rui também entregou duas placas referentes a 336 cisternas de 52 mil litros e 240 barreiros trincheira para os municípios de Caldeirão Grande, Filadélfia, Pindobaçu, Ponto Novo, Mirangaba, Saúde e Várzea Nova. Durante a solenidade, o governador assinou o decreto de regulamentação da Lei Estadual de Convivência com o Semiárido (13.572/2016), que estabelece um conjunto de princípios e diretrizes para o desenvolvimento da região semiárida. Trata-se de um instrumento de gestão e planejamento intersetorial e transversal de políticas e programas governamentais, além de ações da sociedade civil. O objetivo é fortalecer e promover a autonomia das populações, através da inclusão socioprodutiva e geração de emprego e renda.
28 prefeitos prestigiaram o evento, contando ainda com diversos deputados estaduais e Jorge Sola Dep. Federal.
A entrega dos Equipamentos é fruto de emenda parlamentar dos Deputados Estaduais da região:

Governador entrega ao Prefeito Carlos Brasileiro chaves de motoniveladora e escavadeira devendo as mesmas ser administradas pelo consorcio do Piemonte do Itapicuru
Governador assina ordem de serviços
Fala do Governador Rui Costa
 Dep. Estaduais
Dep.Fed. Jorge Sola
Wilson Dias diretor da CAR
Cecília Petrina Prefeita de Itiúba
Andre Prefeito de Queimadas
Pró semiárido-assinatura de convênios

Com convênios e equipamentos, governo tenta fortalecer agricultura do semiárido


Quinta, 21 de Setembro de 2017 - 19:00
Com convênios e equipamentos, governo tenta fortalecer agricultura do semiárido
Foto: Mateus Pereira / GOVBA
Com o objetivo de fortalecer a agricultura do semiárido baiano, o governador Rui Costa (PT) assinou convênios e entregou equipamentos e veículos que devem beneficiar mais de três mil famílias de pequenos agricultores da região. Em visita ao município de Jacobina nesta quinta-feira (21), Rui também autorizou a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) a transferir R$ 221 milhões à Companhia de Engenharia Hídrica e de Saneamento da Bahia (Cerb) para implantar, ampliar e recuperar mil sistemas simplificados de abastecimento de água e implantar módulos sanitários residenciais através do Projeto Bahia Produtiva. "Hoje foi mais um dia de muitas ações e muitas entregas, tendo como carro chefe a assinatura de convênios do programa Pró-Semiárido, que reúne intervenções para melhorar a infraestrutura e a produção na zona rural. Também anunciamos R$ 221 milhões para levar água às regiões de Jacobina, Senhor do Bonfim e Juazeiro. Serão mil sistemas simplificados de abastecimento, que vão melhorar a vida das pessoas", explicou o governador. Para o projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável na Região Semiárida da Bahia (Pró-Semiárido), foram assinados 24 convênios com associações de pequenos produtores. A iniciativa faz parte de um projeto maior que visa a erradicação da pobreza na região, com o apoio e o fortalecimento às principais cadeias produtivas dos agricultores familiares na região. O governador entregou também cinco tratores e implementos agrícolas, o que totaliza mais de R$ 470 mil de investimento. Esses equipamentos devem beneficiar os municípios de Jacobina, Juazeiro, Salvador, Senhor do Bonfim, Vitória da Conquista e Ponto Novo. Já o Território de Identidade Piemonte Norte Itapicuru, que abrange as cidades de Antônio Gonçalves, Andorinha, Caldeirão Grande, Campo Formoso, Filadélfia, Jaguarari, Pindobaçu, Ponto Novo e Senhor do Bonfim, recebeu uma motoniveladora e uma escavadeira para melhorar a mecanização dos trabalhos de preparo de solo, plantio e colheita dos agricultores familiares. O território foi favorecido ainda com o convênio de regularização fundiária com o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável. A medida deve regularizar a emissão de dois mil títulos de terra, com um investimento de mais de R$ 1 milhão. Na ocasião, Rui também entregou duas placas referentes a 336 cisternas de 52 mil litros e 240 barreiros trincheira para os municípios de Caldeirão Grande, Filadélfia, Pindobaçu, Ponto Novo, Mirangaba, Saúde e Várzea Nova. Durante a solenidade, o governador assinou o decreto de regulamentação da Lei Estadual de Convivência com o Semiárido (13.572/2016), que estabelece um conjunto de princípios e diretrizes para o desenvolvimento da região semiárida. Trata-se de um instrumento de gestão e planejamento intersetorial e transversal de políticas e programas governamentais, além de ações da sociedade civil. O objetivo é fortalecer e promover a autonomia das populações, através da inclusão socioprodutiva e geração de emprego e renda.

'Estamos convictos de que Lula será nosso candidato', diz Gleisi Hofmann


Quinta, 21 de Setembro de 2017 - 19:20
por Caio Rinaldi | Estadão Conteúdo
'Estamos convictos de que Lula será nosso candidato', diz Gleisi Hofmann
Foto: Ricardo Stuckert
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será o candidato do PT nas eleições presidenciais de 2018, mesmo que venha a ter alguma condenação ratificada em segunda instância, afirmou a presidente nacional do partido, senadora Gleisi Hoffmann (PR). "Temos certeza de que ele será candidato, independente da sentença do Tribunal Regional Federal da 4.ª região. Até porque temos precedentes que foram julgados e foi dado do direito de a pessoa ser candidata, mesmo julgada em segunda instância", afirmou. Gleisi também negou que a legenda avalie boicotar o processo eleitoral, caso Lula seja, de fato, impedido de concorrer à Presidência. "Seria uma fraude uma eleição sem Lula, mas estamos convictos de que ele será nosso candidato", afirmou. Ainda sobre a candidatura do ex-presidente, ela voltou a afirmar que não há "plano B" para a formação da chapa. "Quero dizer de uma vez por todas que não existe plano B. Isso é invenção dos nossos adversários, que têm interesse que o PT participe no processo com um nome mais fraco, pois eles sabem que Lula sairá vencedor se concorrer", disse. Ainda em tratativas para firmar acordo de delação premiada, o ex-ministro da Fazenda e da Casa Civil Antônio Palocci poderá ser suspenso da sigla por 60 dias, enquanto é avaliada a expulsão definitiva, disse Gleisi. "O Diretório de Ribeirão Preto no interior de São Paulo já abriu um processo para julgá-lo na Comissão de Ética e temos uma proposta de resolução a ser discutida, que é a suspensão de Palocci. É uma possibilidade prevista em nosso estatuto e ocorreria por um prazo de 60 dias." O resultado da última pesquisa de intenção de voto apresentada pela Confederação Nacional de Transporte (CNT)/MDA foi celebrado pela presidente nacional do PT e senadora pelo Paraná. "Mesmo com toda a desconstrução e carga de mentiras sobre o partido, o Lula aparece em primeiro lugar nas pesquisas. Isso é muito importante e aumenta nossa responsabilidade", disse.

quarta-feira, 20 de setembro de 2017

Maioria dos ministros do STF vota por enviar segunda denúncia contra Temer à Câmara


Quarta, 20 de Setembro de 2017 - 17:42
por Bruno Luiz
Maioria dos ministros do STF vota por enviar segunda denúncia contra Temer à Câmara
Foto: Carlos Moura/ SCO/ STF
A maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) votou nesta quarta-feira (20) a favor do envio da denúncia contra o presidente Michel Temer para a Câmara dos Deputados. Manifestaram-se favoravelmente Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski. Faltam votar Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello, Celso de Mello e Cármen Lúcia. O pedido para suspender o envio da denúncia foi feito pela defesa de Temer, que argumenta pela necessidade de aguardar o fim das apurações sobre as supostas irregularidades no acordo de delação da J&F. Para os advogados, a denúncia tem inconsistências, pois apresenta provas entregues pelos delatores, que estão sob suspeita de terem sido orientados pelo ex-procurador da Repúplica Marcelo Miller, ainda quando trabalhava na Procuradoria-Geral da República (PGR).

Governo do Estado inicia obra de ampliação da barragem de Ponto Novo

O Governo do Estado iniciou as obras de ampliação da barragem de Ponto Novo cerca de dez meses após a assinatura da ordem de serviço, feita durante visita do governador Rui Costa à cidade, em dezembro de 2016.
O fusegate é uma tecnologia francesa, que será implantada acima do vertedouro da barragem de Ponto Novo, aumentando sua capacidade em cerca de 30%. A obra custa cerca de R$ 7,55 milhões oriundos do Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA).Conteúdo Webinterativa

Compartilhe isso

Deputado Bobô garante novas obras do Programa Luz para Todos para Itiúba


Cerca de 11 comunidades rurais do município de Itiúba serão contempladas com o Programa Luz para Todos, do Governo Federal, nesta nova etapa.  Serão mais 100 pessoas beneficiadas com energia elétrica, por meio de um investimento na ordem de R$ 1,9 milhão.

O retorno do Programa ao município é fruto de uma solicitação do deputado Bobô à Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra), em resposta às reivindicações da prefeita do município, Cecília Petrina.

Entre as localidades que estão com obras já autorizadas estão Alagadiço Taquari, Capoeira, Maria dos Santos, Piaus, São Bento, Tijuco, Lagoa, Cajueiro, Colonos e Fazenda Pau Branco.

Para o deputado, o Luz para Todos “é um dos programas de políticas públicas mais bem sucedidos do governo.  Um grande vetor de desenvolvimento econômico e social”, afirma.

Em breve serão anunciadas obras de eletrificação para Pindobaçu, Senhor do Bonfim e outros municípios. “Trabalharemos sempre com muita dedicação para que consigamos contribuir para que a universalização do acesso à energia elétrica seja uma realidade no nosso estado”, conclui o deputado.

O Programa

O Luz para Todos foi lançado em 2003, no governo Lula, após a análise de dados do Censo 2000 do IBGE que apontavam a existência de um contingente de dois milhões de famílias no meio rural brasileiro que vivia sem energia elétrica. Cerca de 90% dessas famílias, com renda inferior a três salários mínimos, estavam abaixo da linha de pobreza.

Promover o acesso de famílias residentes em áreas rurais à energia elétrica, de forma gratuita, acabando com a exclusão elétrica no país, através da extensões de rede, implantação de sistemas isolados e realização de ligações domiciliares é o objeto do Programa que tem priorizado os beneficiários do Programa Brasil sem Miséria, escolas rurais, quilombolas, indígenas, assentamentos, ribeirinhos, pequenos agricultores, famílias em reservas extrativistas, afetadas por empreendimentos do setor elétrico e poços de água comunitários.

O Luz para Todos é coordenado pelo Ministério de Minas e Energia, operacionalizado pela Eletrobras e executado pelas concessionárias de energia elétrica e cooperativas de eletrificação rural em parceria com os governos estaduais.

Compartilhe isso:

terça-feira, 19 de setembro de 2017

Governador Rui Costa assina convênios nesta quinta-feira em Jacobina

O Governador do Estado, Rui Costa, estará nesta quinta-feira(21), na cidade de Jacobina, realizando um evento que marcará assinatura de convênios do projeto Pró-Semiárido com Associações Comunitárias da região, inclusive do município de Quixabeira.
O ato acontecerá às 9:00hs da manhã, em frente ao Estádio José Rocha, e contará também com a presençã do Secretário de Desenvolvimento Rural(SDR), Jerônimo Rodrigues, do Diretor Presidente da CAR, Wilson Dias e do Coordenador da Setaf Jacobina, Aelson Almeida.
Pró-Semiárido
O Pró-Semiárido é um projeto de
desenvolvimento regional, atuante em 32 municípios com mais baixo índices de pobreza do semiárido baiano e que tem como público-alvo as populações pobres das comunidades rurais. Tem como objetivo melhorar as condições de vida da população, através de um processo de desenvolvimento econômico e sociocultural, ambientalmente sustentável e com equidade de gênero.
O projeto possui três componentes, através dos quais realiza investimentos e serviços de apoio ao desenvolvimento, quais sejam: Desenvolvimento Produtivo e Mercado, Desenvolvimento de Capital Humano e Social e Gestão, Monitoria e Avaliação.

Compartilhe isso:

Pindobaçu: Barragem sangra e água desce com toda força

Por volta das 04:30hs da manhã desta segunda-feira (18), a Barragem do Itapicuru sangrou com grande força, 30 cm de lâmina, uma média de 6.000 mil litros por segundos.Toda essa água cai na Barragem de Ponto Novo, que já passa de 30% e está recebendo água de todos os rios, inclusive a água da barragem do Aipim que também sangrou a uns dias atrás. Conteúdo do Espaço Aberto.

Compartilhe isso:

Planalto adia votação da Previdêndia para depois de apreciação de denúncia


Terça, 19 de Setembro de 2017 - 15:20
Planalto adia votação da Previdêndia para depois de apreciação de denúncia
Foto: Rogério Melo / PR
Como já especulado por parlamentares do governo e oposição, o Palácio do Planalto decidiu deixar a votação da reforma da Previdência para depois da apreciação da denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR). A expectativa era votar a pauta em outubro, mas se o Supremo Tribunal Federal (STF) aceitar a denúncia da PGR contra o presidente Michel Temer (PMDB), ela seguirá para apreciação na Câmara neste período. "Não dá para tentar votar tudo ao mesmo tempo. Não há capital político para isso. Nossa prioridade será a denúncia", disse um articulador político do governo, segundo informações do Blog do Camarotti, do G1. A medida vai contra o posicionamento admitido pelo ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, que chegou a gravar um vídeo pedindo para que os evangélicos orassem pela economia do país (veja aqui).