sexta-feira, 24 de abril de 2015

II FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR DO SITIO DO MEIO, ITIÚBA-BA, FOI ADIADA.

Conforme matéria publicada ontem neste blog, referente a II Feira da Agricultura Familiar e da Reforma Agrária que estava prevista para acontecr no próximo domingo, (26/04/2015), informamos a todos (as), que, a citada Fiera, foi adiada, devido o Falecimente de D. Zelita, que era assentada e residente na Agrovila I, local onde seria realizada a referida Feira. Até o fechamente desta matéria, não tivemos informações do que levou D. Zelita a óbito. Voltamos, em outra oportunidade e neste meio de comunicação, informar a nova data de realização da citada feira. Finalmente, a Associação Comunitária dos Moradores e Pequenos produtores Rurais da Fazenda Sitio do Meio, e demais organizadores da Feira, vêem agradecer a compreensão de todos!

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 20:00 Mulher compra linguiça recheada com maconha e só descobre quando a coloca para assar

Mulher compra linguiça recheada com maconha e só descobre quando a coloca para assar
Foto: Divulgação / 1ª SDP de Paranaguá
Uma família de Paranaguá, no litoral do Paraná, se surpreendeu ao fazer um churrasco no feriado de Tiradentes, na última terça-feira (21). A moradora da casa afirmou que comprou linguiça recheada de maconha em um supermercado da região. "Ela só percebeu a substância quando colocou a linguiça, tipo toscana, para assar. Ela contou que o cheiro exalou pela casa toda e chamou a atenção de quem participava do churrasco", explicou o delegado Nilson Santos Diniz. A mulher procurou a delegacia para fazer a denúncia e registrar um Boletim de Ocorrência (B.O.). O produto foi apreendido pela polícia na manhã de quarta-feira (22), de acordo como G1, e será encaminhado para perícia. O delegado explicou que ainda não há confirmação de que a substância se trata de maconha e que por isso é necessário aguardar a conclusão da perícia. "Se for constatado que, de fato, é maconha, seria uma conduta prevista na lei de drogas. Se não for maconha, se for qualquer outro tipo de substância, poderia caracterizar um crime contra relação de consumo", explicou Diniz. A pedido da polícia, que está investigando o caso, o nome do supermercado não foi divulgado.

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 15:20 Cid Gomes afirma que país vive 'presidencialismo parlamentar' por Igor Gadelha | Estadão Conteúdo

Cid Gomes afirma que país vive 'presidencialismo parlamentar'
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil
Na primeira entrevista após a conturbada saída do Ministério da Educação (MEC), o ex-ministro Cid Gomes (Pros) avaliou que o Brasil vive hoje uma espécie de "presidencialismo parlamentar", com um Congresso com "muito pouco" compromisso com a governabilidade e um governo cada vez mais dependente do PMDB. Cid Gomes prevê que a presidente Dilma Rousseff enfrentará muita dificuldade para aprovar o ajuste fiscal. "Vivemos hoje um presidencialismo parlamentar, com um Congresso que tem muito pouco compromisso com os reais problemas do País", afirmou, em entrevista exclusiva ao Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real da Agência Estado. De acordo com ele, falta atualmente uma "sintonia" entre os Poderes Executivo e Legislativo. Não por questões ideológicas, mas por motivos "fisiológicos", com um Parlamento onde são poucos os que têm compromisso com a governabilidade. O ex-governador do Ceará avaliou que esse cenário é agravado por um PMDB com espaço cada vez maior no governo federal, o que, na opinião dele, é "ruim para o País". Segundo Cid Gomes, a ida do vice-presidente Michel Temer para a articulação política do Planalto, no lugar do ex-ministro das Relações Institucionais, Pepe Vargas (PT), mostra a força do PMDB e a dependência do governo em relação ao partido, que também detém as presidências do Senado, com Renan Calheiros (AL), e da Câmara, com Eduardo Cunha (RJ). Para o ex-ministro da Educação, deputados e senadores têm aprovado uma série de propostas na "contramão" do ajuste fiscal, o que deverá tornar a aprovação do ajuste no Legislativo uma tarefa difícil para o governo Dilma. "Hoje é absolutamente consensual no Brasil a necessidade de se equacionar o Orçamento, e o Parlamento, como regra, trabalha na contramão porque não tem compromisso com a governabilidade", afirmou. "O Parlamento é um antipoder", acrescentou. Na avaliação de Gomes, a crise vivida hoje pelo governo é reflexo, sobretudo, do modelo político brasileiro, em que o Executivo depende muito do Parlamento para conseguir governar. "Se o Brasil vivesse o parlamentarismo, o Parlamento governaria com a responsabilidade para o bem ou para o mal. Como não é assim, o Parlamento não se sente responsável. Quer tomar parte do governo para si", afirmou. Conforme o ex-ministro da Educação, as propostas de reforma política apresentadas até agora não atacam essa questão. O ex-ministro contou que já previa que teria de deixar o cargo quando foi à Câmara, após ser convocado para prestar esclarecimentos sobre a declaração de que, na Casa, havia "400, 300 achacadores". No depoimento, Cid Gomes manteve a afirmação. "Eu sabia que ou eu desmentia o que disse ou deixaria o cargo. As duas coisas eram incompatíveis", disse. Cid Gomes lembrou que, logo após o incidente, foi ao Palácio do Planalto e entregou o cargo. Desde então, disse que não conversou mais com Dilma. O ex-ministro evitou tecer comentários sobre o novo ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro. Após a quarentena exigida ao deixar o cargo público, o ex-governador cearense deve ir trabalhar no Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), nos Estados Unidos, a partir do segundo semestre, como planejava após deixar o governo do Ceará, no ano passado. Ele ressaltou que essa é uma das possibilidades, mas ponderou que ainda não bateu martelo. 

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 18:20 Em queda de braço com Cunha, Renan cogita engavetar projeto de terceirização

Em queda de braço com Cunha, Renan cogita engavetar projeto de terceirização
Foto: Reprodução / Uol
Em queda de braço com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), o presidente do senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), tem discutido com interlocutores próximos a possibilidade de "engavetar" o projeto que regulamenta a terceirização no país. O senador diz que não concorda com o texto aprovado na última quarta-feira (22) pelos deputados em plenário. Diante da ameaça de Cunha de restabelecer o que passou na Câmara, Renan deve segurar a votação da proposta pela Casa ao menos durante sua gestão, que se encerra em janeiro de 2017. Na terça-feira (21), Cunha já havia mandado um recado público para Renan. "O que a Câmara decidir pode ser revisado pelo Senado. Mas a última palavra será da Câmara. A gente derrubaria a decisão se o Senado desconfigurar o projeto", disse, em referência à prerrogativa regimental da Câmara de dar a palavra final sobre a proposta, que é de autoria de um deputado federal. Um interlocutor direto do presidente do Senado ouvido reservadamente pelo Broadcast Político, serviço de tempo real da Agência Estado, afirmou que a proposta será votada "a gosto de Deus". Uma estratégia para "desacelerar" a tramitação do proejto é fazer com que ele passe por várias comissões permanentes, sejam realizadas sessões e audiências públicas nas comissões e no plenário. O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), apostou que, pela envergadura da proposta, ela terá de passar por pelo menos quatro comissões da Casa.

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 18:40 Governo não permitirá novo bloqueio de rodovias, diz ministro

Governo não permitirá novo bloqueio de rodovias, diz ministro
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Agência Brasil
O ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, afirmou nesta quinta-feira (23) que o governo federal não permitirá que caminhoneiros voltem a bloquear rodovias brasileiras. Rossetto classificou como inconstitucional a principal reivindicação da categoria, que cobra do governo um valor mínimo para o transportes de cargas. “O governo respeita o direito de manifestação, mas vai assegurar que as rodovias e estradas estejam liberadas, garantindo o direito da sociedade ao trabalho e ao abastecimento. Todas as forças policiais já estão operando, por meio do diálogo, informando aos líderes do movimento e aos caminhoneiros sobre a ilegalidade de qualquer bloqueio”. Segundo Rossetto, são poucos os trabalhadores que protestam contra a falta de acordo sobre o frete mínimo. “Temos apoio da categoria em relação às medidas. Observamos que, quanto mais a categoria e suas lideranças conhecem as propostas, maior é a adesão [dos caminhoneiros] às nossas propostas. Há o reconhecimento das mudanças positivas e a expectativa de continuidade das negociações”, afirmou, de acordo com a Agência Brasil. De acordo com o ministro, as “manifestações” desta quinta-feira estão limitadas a quatro estados (Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso e Minas Gerais). “Mas não há rodovias bloqueadas. Em eventuais bloqueios, a polícia já está operando. Seremos rigorosos nisso.” Iniciadas na madrugada desta quinta, as manifestações foram anunciadas nesta quarta (22), após o fim da quarta reunião da Mesa de Diálogo do Transporte Rodoviário de Cargas, grupo criado em 25 de fevereiro, quando os caminhoneiros pararam por vários dias, provocando o desabastecimento de muitos produtos em várias cidades.

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 18:50 STF declara que órgãos públicos devem divulgar salários com nomes de servidores

STF declara que órgãos públicos devem divulgar salários com nomes de servidores
Ministro Marco Aurélio Mello votou pela legitimidade da tese | Foto: Ag. Brasil
O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira (23) pela legalidade da divulgação de salários de servidores e agentes públicos, junto a seus respectivos nomes, em páginas da internet de órgãos públicos. A determinação possui repercussão geral e, por isso, deve ser adotada por juízes de todo o Brasil no julgamento de causas semelhantes. O processo foi movido por uma servidora que argumentou, perante a Justiça, que a publicação de seu nome com o salário recebido violava o direito à intimidade, privacidade e segurança. Para ela, o salário deveria ser divulgado com o cargo correspondente ao valor, e não com o nome do servidor. Com este argumento, a servidora ganhou a causa e o município de São Paulo recorreu ao STF, que modificou a decisão anterior. No recurso, o município de São Paulo alega que a medida é uma forma de cumprir o artigo 37 da Constituição Federal, que determina a publicidade e a transparência no serviço público. Por unanimidade,  os ministros do STF legitimaram a tese e ponderaram que a Lei de Acesso à Informação, de 2011, determina que órgãos divulguem os gastos efetuados. O servidor púbico, o agente público e o agente político estão na vitrina, eles são um livro aberto. O ministro Marco Aurélio Mello afirmou, em seu voto que “o interesse público prevalece sobre o individual. Nós devemos contas aos contribuintes”.

Sexta, 24 de Abril de 2015 - 00:00 Com Bolsa Família, 19,4 mil famílias na Bahia saem da pobreza; Nova Ibiá lidera

Com Bolsa Família, 19,4 mil famílias na Bahia saem da pobreza; Nova Ibiá lidera
Foto: Jefferson Rudy/ Agência Senado
Nova Ibiá, no médio Rio de Contas, não é uma cidade de muita fé religiosa. De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE, dado de 2010), o município é o "mais ateu" do país, com 59,85% dos pouco mais de sete mil moradores descrentes em Deus. Apesar da pouca fé no divino, a cidade tem alguns motivos para ter muita fé no futuro. De acordo com o último ciclo de revisão cadastral 2014 do Bolsa Família, o município foi o maior (proporcionalmente) em retirada de famílias do programa por melhoramento de renda – ou seja, mais famílias saíram da linha da pobreza e passaram a poder sustentar suas próprias casas sem a ajuda do governo. O número é modesto e pequeno – 9,2% , mas aponta que 51 grupos familiares saíram da extrema pobreza e deixaram de receber o benefício básico, 31 informaram renda superior ao exigido pelo programa social e 60 não participaram do recadastramento. Em Feira de Santana, segunda maior cidade da Bahia, e com menos ateus do que em Ibiá, 8,7% das famílias deixaram de receber a ajuda do governo federal. Lá, 42.890 famílias participam da iniciativa, destas 1.420 saíram da extrema pobreza, 2.093 apresentaram renda superior e 1.639 não se recadastraram. Após o levantamento, 3.732 grupos familiares saíram do programa. Em Ubatã, também no médio Rio de Contas, 6,9% das famílias, após o recadastramento, saíram do Bolsa Família. Na cidade, 119 saíram da extrema pobreza, 75 informaram renda superior ao abarcado pelo programa e 111 não se recadastraram. Seguem nas 10 primeiras colocações as cidades de Simões Filho (6,5%), Mirangaba (6,4%), Caculé (6,3%), Valente (6,3%), Porto Seguro (5,3%), Licínio de Almeida (5%) e Jaguaquara (4,9%). Das 142,6 mil famílias baianas beneficiárias que deviam participar do processo de atualização de dados do Cadastro Único no estado, 37 mil informaram um aumento de renda. Em todo o país, 436,2 mil famílias tiveram a mesma situação registrada. Deste total na Bahia, 19,4 mil famílias superaram o valor mensal de R$ 154 por pessoa, que dá direito ao Bolsa Família. Isto significa que elas saíram da pobreza e, por isso, não receberão mais o benefício, de R$ 170 em média. As demais 17,6 mil declararam ganhos acima da faixa da extrema pobreza, caracterizada por renda mensal de até R$ 77 por pessoa da família. Nesse caso, começarão a receber um valor menor do Bolsa Família. A revisão cadastral de 2014 teve a maior participação histórica entre os beneficiários. Cerca de 123,8 mil famílias – 86,8% do total que precisava atualizar seus dados – compareceram nos Centros de Referência da Assistência Social e nos postos de atendimento do Bolsa Família nas cidades baianas, durante o ano de 2014 até o dia 20 de março último. As 18,8 mil famílias que não fizeram a atualização terão o benefício cancelado já a partir deste mês.

Sexta, 24 de Abril de 2015 - 00:00 Câmara de Itapebi não funciona desde novembro: 'Situação é bizarra', diz vereador por Francis Juliano

Câmara de Itapebi não funciona desde novembro: 'Situação é bizarra', diz vereador
Foto: Reprodução / Itapebi Notícias
Enquanto 2015 caminha para completar quatro meses corridos, os trabalhos da Câmara Municipal de Itapebi, na Costa do Descobrimento, estão emperrados. Desde novembro do ano passado, o local está fechado para realização de uma reforma. A previsão é que a Casa só seja entregue no final de maio ou começo de junho, quando se avizinha o recesso de meio do ano dos edis. O caso será levado aos Ministérios Públicos Estadual e Federal pelos vereadores Paulinho de Fifia (PSD), Paraíba (PRB) e Antero Botelho (PP), que fazem oposição ao prefeito, Dr. Francisco (PSC). Segundo Paulinho, com o vácuo legislativo em Itapebi, nada pode ser votado e aprovado para a população. "A coisa aqui está bizarra. Até agora não foram formalizadas as comissões permanentes, o que faz com que a Câmara não possa deliberar nenhuma matéria, como é o caso do reajuste dos professores", disse o edil em entrevista ao Bahia Notícias. O "nada" que pode ser aprovado tem ressalvas, diz o vereador. "Mesmo assim, o presidente da Câmara, Leonardo Ribeiro, fez uma sessão no dia 30 de janeiro para aprovar assuntos de interesse dele", diz Paulinho ao se referir a um projeto de bolsa família municipal "totalmente irregular", como frisa. Ainda segundo o legislador, a Lei Orgânica do Município (LOM) prevê a realização de uma sessão semanal, o que também não é respeitado em Itapebi. Já o vereador Paraíba, que engrossa o coro de Paulinho, diz que a Câmara até o momento não responde sobre a destinação dos mais de oito funcionários lotados na Casa.

Sexta, 24 de Abril de 2015 - 07:00 Ministério da Educação prorroga renovação de contratos do Fies até 29 de maio

Ministério da Educação prorroga renovação de contratos do Fies até 29 de maio
Foto: Antonio Cruz / Agência Brasil
Uma portaria do Ministério da Educação (MEC) publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (24) prorrogou o prazo para que estudantes com contratos já vigentes no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) possam realizar a renovação do financiamento. O prazo terminaria no dia 30 de abril. Agora, os estudantes têm até o dia 29 de maio. Para a adesão de novos contratos, no entanto, foi mantido o prazo inicial. De acordo com a assessoria do MEC, até a tarde desta quinta-feira (23) cerca de 1,6 milhão do total de 1,9 milhão de contratos vigentes já tinham sido aditados, e 242 mil novos contratos tinham sido feitos pelo site do Fies. Em nota divulgada pela pasta, o ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro, afirmou que o MEC tomou essa decisão, em conjunto com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), "para dar mais segurança e tranquilidade aos estudantes que ainda buscam aditar seus contratos no sistema". Ribeiro voltou a afirmar que a prioridade do Fies é com o estudante, e por isso  "todos os contratos serão renovados". "O aluno pode ficar tranquilo porque todas as renovações serão asseguradas", disse o titular da pasta, durante o programa de rádio "Bom Dia Ministro". Em manutenção desde o dia 1º de janeiro, o site do Fies tem apresentado problemas e dificultado o acesso dos estudantes.

Sexta, 24 de Abril de 2015 - 07:45 Carro do Corpo de Bombeiros tomba na Avenida Paralela e cai em córrego

Carro do Corpo de Bombeiros tomba na Avenida Paralela e cai em córrego
Foto: Leitor BN / WhatsApp
Um caminhão do Corpo de Bombeiros caiu em um córrego na Avenida Luiz Viana Filho, a Paralela, na madrugada desta sexta-feira (24), nas proximidades do bairro do Imbuí, em Salvador. Segundo informações da Polícia Militar, os bombeiros trafegavam em direção ao bairro de Pituaçu para atender uma ocorrência de incêndio em vegetação quando o motorista perdeu o controle da direção após ter sido fechado por um carro. Na tentativa de desvio, o caminhão da corporação acabou tombando em um córrego no canteiro central da via. Alguns bombeiros tiveram ferimentos leves, mas, de acordo com a PM, passam bem. A Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador) encaminhou um guincho ao local para retirar o veículo do córrego.

Sexta, 24 de Abril de 2015 - 08:00 Bahia corta 1.167 empregos com carteira assinada; pior mês de março em 11 anos

Bahia corta 1.167 empregos com carteira assinada; pior mês de março em 11 anos
Foto: Agência Brasil
Dados divulgados nesta quinta-feira (23) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) revelam que no último mês de março a Bahia cortou 1.167 empregos com carteira assinada, uma redução de 0,06% em relação a fevereiro de 2015. O resultado, fruto da diferença entre o total de 62.480 mil admissões e 63.647 mil demissões, representa o pior mês de março para o emprego formal dos últimos 11 anos. No Brasil, houve sinais de recuperação no período pesquisado. Foram 19,2 mil empregos gerados, 0,05% a mais do que em fevereiro, apesar do saldo dos últimos 12 meses ainda ser negativo, com perda de 48,6 mil postos de trabalho. Segundo o presidente do Sindicato da Indústria da Construção da Bahia (Sinduscon – BA), Carlos Henrique Passos, a tendência é que haja mais demissões nos próximos meses. “Esse número já era esperado. Não há fatos novos que justifiquem uma modificação na tendência. Até diria que em abril deveremos ter perda de empregos novamente, por que nada se resolveu”, afirmou Passos, em entrevista ao jornal A Tarde. Na Bahia, o setor que mais demitiu foi o da construção civil. Em março, 2.136 trabalhadores do setor ficaram sem emprego, seguido pelo setor de comércio, com menos 635 postos de trabalho. 

Sexta, 24 de Abril de 2015 - 10:00 Autoridades da Indonésia iniciam preparativos para executar brasileiro e mais nove réus

Autoridades da Indonésia iniciam preparativos para executar brasileiro e mais nove réus
Foto: Reprodução / RPC
A execução do brasileiro Rodrigo Gularte, de 32 anos, e de outros nove condenados por narcotráfico começou a ser preparada pelas autoridades da Indonésia, segundo informou nesta sexta-feira (24) a imprensa local. De acordo com o porta-voz da promotoria do país asíatico, Tony Spontana, a ordem foi emitida na quinta (22), mas esta ainda não é a notificação final entregue aos presos 72 horas antes de serem executados. Spontana afirmou que a data definitiva depende da resolução de um recurso de apelação apresentado por um preso indonésio na Corte Suprema do país. Na última terça (21), o mesmo tribunal rejeitou ações semelhantes de um condenado francês e de um ganês. O brasileiro Rodrigo Gularte foi preso em 2004 com vários quilos de cocaína escondidos em uma prancha de surfe. O governo brasileiro e os familiares de Gularte alegam que ele sofre de esquizofrenia, por isso não deveria ser executado. Apesar dos pedidos de clemência por parte das autoridades dos países de origem dos condenados, o presidente indonésio, Joko Widodo, reiterou a firmeza de seu governo contra o narcotráfico e descartou todas as solicitações. Em janeiro, a Indonésia fuzilou seis presos acusados de narcotráfico, entre eles o brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira. O país asiático retomou as execuções de réus em 2013 e mantém 133 prisioneiros no corredor da morte - 57 acusados por tráfico de drogas, dois por terrorismo e 74 por outros crimes.

exta, 24 de Abril de 2015 - 10:40 Governo da Itália autoriza extradição de Henrique Pizzolato, diz jornal

Governo da Itália autoriza extradição de Henrique Pizzolato, diz jornal
Foto: Agência Brasil
O governo italiano teria autorizado a extradição ao Brasil de Henrique Pizzolato, ex-diretor do Banco do Brasil condenado por envolvimento no mensalão. De acordo com jornal O Estado de S. Paulo, após dois anos de disputa judicial, a transferência de Pizzolato, que está em uma cadeia na cidade de Módena, deve ocorrer nos próximos dias. Com a medida, o Brasil tem até 20 dias para organizar a volta do condenado ao território nacional. Segundo a publicação, em Roma, o governo italiano ainda mantém oficialmente silêncio em relação ao assunto, já que a decisão primeiro precisa ser dada a Pizzolato e ao governo brasileiro. O ex-diretor do Banco do Brasil foi condenado a 12 anos e sete meses de prisão por envolvimento no caso do mensalão. Segundo o Supremo Tribunal Federal (STF), Pizzolato cometeu oscrimes de corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro. Após a condenação, o ex-diretor fugiu do Brasil utilizando o passaporte do irmão, morto na década de 1970. Em fevereiro, a Corte de Cassação de Roma autorizou a extradição de Pizzolato, no entanto, a decisão final cabe ao governo da Itália.

quinta-feira, 23 de abril de 2015

ASSENTAMENTO SITIO MEIO-ITIÚBA-BA, REALIZARÁ II FEIRA DA AGRICULTURA FAMILIAR E REFORMA AGRÁRIA.

Domingo, (26/04/2015, haverá no Assentamento Sitio Meio, a II Feira da Agricultura Familiar e Reforma Agrária, na oportunidade serão expostos produtos da agricultura familiar, animais do tipo caprino/ovino, artesanato, dentre outros. As atividades terão início pela manhã, e segue durante o dia. À noite haverá festa dançante com Carlos Oliveira. A realização é da ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DOS MORADORES E PEQUENOS PRODUTORES RURAIS, da Fazenda Sitio do Meio, contando ainda com diversos apoios, vide o cartaz abaixo: 

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 08:20 Nova Fátima: Prefeito terá de devolver mais de R$ 340 mil por serviço não prestado

Nova Fátima: Prefeito terá de devolver mais de R$ 340 mil por serviço não prestado
Foto: Reprodução / Prefeitura de Nova Fátima
O prefeito de Nova Fátima, na Bacia do Jacuípe, Amado Moreira Cunha (PR), terá de devolver mais de R$ 340 mil ao erário por serviço não prestado à prefeitura. A decisão do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), desta quarta-feira (22), acatou uma denúncia contra o gestor pelo pagamento de R$ 340.034,27 à empresa Assessoria e Projetos Municipais Ltda sem comprovar a prestação de serviços contratados, no exercício de 2013. De acordo com o relator do processo, conselheiro Paolo Marconi, o administrador também deverá ser multado em R$ 7 mil, e ainda será solicitado uma representação contra ele ao Ministério Público Estadual. Ainda cabe recurso da decisão.

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 10:45 Ceará pôs fim a dupla invencibilidade do Bahia na temporada por Felipe Santana

Ceará pôs fim a dupla invencibilidade do Bahia na temporada
Foto: Betto Jr. / Ag. Haack / Bahia Notícias
O Bahia, além da derrota para o Ceará por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (22), saiu de campo lamentando mais duas quebras positivas do clube na temporada de 2015. Com o resultado negativo, na Arena Fonte Nova, o esquadrão teve interrompida uma sequência de 16 partidas consecutivas sem perder. O último revés havia acontecido no dia 22 de fevereiro, pelo Campeonato Baiano, quando o Bahia perdeu para Jacuipense por 2 a 1, em Pituaçu. Com a derrota para o Ceará, além da quebra de invencibilidade, o tricolor baiano perdeu a primeira partida como mandante no ano. Até então, o esquadrão tinha realizado 12 jogos em Salvador, com 11 triunfos e apenas um empate. O próximo jogo do Bahia na capital baiana só acontecerá no dia 3 de maio, pelo Baianão, contra o Vitória da Conquista.

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 11:05 Pinheiro exalta projetos de mobilidade de Salvador: 'Chega de metrô calça curta' por Luana Ribeiro / Leo Marques

Pinheiro exalta projetos de mobilidade de Salvador: 'Chega de metrô calça curta'
Foto: Luana Ribeiro / Bahia Notícias
Presente na cerimônia de inauguração estação do metrô no bairro de Bom Juá, em Salvador, na manhã desta quinta-feira (23), o senador Walter Pinheiro (PT) exaltou as obras realizadas pelo governo do estado para melhoria da mobilidade urbana na capital.  Para o senador, o “projeto” iniciado pelo ex-governador Jaques Wagner (PT) e continuado pelo governador Rui Costa (PT) é responsável por iniciar a integração de bairros periféricos com o centro de Salvador. “Chega dessa história da gente tratar essa cidade com duas bandas: de um lado os que não têm acesso a nada, de outro os que continuam tendo acesso a tudo. Portanto, essa é a grande transformação que experimentamos nesse quadrante de nossa história”, discursou Pinheiro. 

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 11:20 Terceirização para atividades-fim não representa derrota do governo, diz Temer

Terceirização para atividades-fim não representa derrota do governo, diz Temer
Foto: Agência Brasil
O vice-presidente Michel Temer (PMDB), em visita à Espanha, afirmou nesta quinta-feira (23) que a aprovação na Câmara da terceirização para todas as atividades "não foi uma derrota do governo". "O que o governo fez foi ingressar nessa matéria para garantir a tributação. Nessa parte, o governo foi vitorioso", afirmou Temer, após visitar a Casa do Brasil, em Madri. Durante um encontro de líderes promovido pela agência de notícias Efe, também na Espanha, o vice-presidente e articulador político do governo Dilma comentou o ajuste fiscal elaborado pela equipe econômica. "Como acontece com toda economia, você precisa reprogramá-la. Desoneramos setores da produção e estimulamos o consumo", disse Temer. Segundo ele, "o Congresso já está sensibilizado ao ajuste fiscal" e "há disposição" para aprová-lo.

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 12:00 Citado em Operação Lava Jato, vice-governador diz que não mudou rotina por Luana Ribeiro / Fernando Duarte

Citado em Operação Lava Jato, vice-governador diz que não mudou rotina
Foto: Manu Dias/GOVBA
Acusado de desaparecer de eventos públicos após ser citado no inquérito em curso no Supremo Tribunal Federal (STF) em decorrência da Operação Lava Jato, o vice-governador da Bahia, João Leão (PP), negou nesta quinta-feira (23), durante a inauguração da Estação Bom Juá do metrô de Salvador, que tenha mudado a rotina de trabalho. “Todo dia vou na secretaria, despacho, viajo. Na semana passada visitei um território no oeste da Bahia. Eu continuo trabalhando”, garantiu o vice-governador, suspeito de ter recebido propina do esquema operado pelo doleiro Alberto Yousseff e pelo ex-diretor da Petrobras, Paulo Roberto Costa, na estatal. Segundo ele, o momento em que afirmou estar “cagando e andando na cabeça desses cornos todos” para a citação foi resultado de um momento de estresse, quando se sentiu acossado por ter sido injustiçado. Leão, no entanto, voltou a negar ser beneficiário do Petrolão.

Quinta, 23 de Abril de 2015 - 12:45 Rui lembra contribuição de Dilma para metrô e anuncia integrações na estação Águas Claras por Luana Ribeiro / Leo Marques

Rui lembra contribuição de Dilma para metrô e anuncia integrações na estação Águas Claras
Foto: Manu Dias / GOVBA
“Nunca antes na história dessa cidade se viu um volume tão expressivo de investimento em mobilidade”. Com essas palavras o governador Rui Costa (PT) iniciou seu discurso na inauguração da estação do metrô no bairro de Bom Juá, em Salvador, nesta quinta-feira (23). Rui agradeceu o empenho do ex-governador Jaques Wagner (PT) e da presidente Dilma Rousseff (PT) em destinar R$ 8 bilhões de reais para obras de mobilidade da capital baiana. Acompanhado pelo ministro das Cidades, Gilberto Kassab (PSD), e do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), Rui adiantou alguns projetos que serão desenvolvidos no Subúrbio ferroviário, estação da Lapa e região metropolitana de Salvador. Com a abertura da Estação Pirajá prevista para junho, Rui já mencionou a estação de Águas Claras, que atenderá ao bairro homônimo e entorno, e de Cajazeiras. “Essa obra do metrô chegará até Águas Claras e Cajazeiras. São cinco quilômetros a mais depois de Pirajá. Nós já temos R$ 800 milhões de empréstimo, recursos que o governo vai tomar junto ao governo federal”, afirmou. Em junho também, a partir da cobrança de tarifa, o horário de funcionamento do metrô deve ser expandido. Além do metrô, a estação de Águas Claras deve abrigar a nova rodoviária de Salvador; um shopping e postos de serviços para promover a geração de emprego na região; e a estação de BRT, que convergirá, de acordo com Rui, com a Avenida 29 de Março – que por sua vez, fará parte, junto à Avenida Orlando Gomes, a Linha Vermelha. “Os ônibus da região metropolitana, esta aí uma boa notícia, prefeito, não vão mais engarrafar as ruas de Salvador”, informou. Segundo o governador, os ônibus, a partir de junho, devem usar o terminal de Pirajá, passando para Águas Claras quando a obra estiver pronta. Outra estação rodoviária que receberá ônibus de outros municípios será a Mussurunga, na Avenida Paralela, permitindo a integração quando a estação metroviária do local for concluída.