quarta-feira, 22 de outubro de 2014

Quarta, 22 de Outubro de 2014 - 18:20 'O PT conseguiu emplacar o discurso do medo', afirma Lula Guimarães

O marqueteiro Lula Guimarães, que trabalhou para a presidenciável Marina Silva (PSB) nesta eleição, acredita que a presidente Dilma Rousseff (PT) vencerá o senador Aécio Neves (PSDB) e será reeleita neste domingo (26). "Acho que vai dar Dilma. O PT conseguiu emplacar o discurso do medo. No primeiro turno, o foco dos ataques foi a Marina e nós vimos no que deu. Agora, a munição está voltada para Aécio, que começa a cair nas pesquisas", afirmou Lula. O marqueteiro faz uma comparação com a eleição presidencial de 2002, quando o seu xará ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com a pauta da esperança, superou o ex-governador José Serra (PSDB), que apostou no discurso do medo. "Em 2002, a esperança venceu o medo. Neste ano, o discurso do medo vai vencer o da esperança". O marqueteiro destaca o ex-presidente Lula como uma peça fundamental na comunicação petista, por ele conseguir impor o discurso da luta de classes e do medo e dizer que os tucanos não gostam dos pobres. Informações da Época.

Quarta, 22 de Outubro de 2014 - 17:20 Itapetinga: Aeronave com Rui Costa não consegue pousar por causa de mau tempo por Rebeca Menezes

Itapetinga: Aeronave com Rui Costa não consegue pousar por causa de mau tempo
Foto: Jamile Amine/ Bahia Notícias
O mau tempo que atinge a região de Itapetinga, no sudoeste baiano, impediu que a aeronave que levava o governador eleito Rui Costa (PT) pousasse no aeroporto da cidade. Segundo a assessoria do petista, o piloto decidiu não aterrissar por motivos de segurança e retornou a Salvador ainda nesta quarta-feira (22). Rui Costa participaria de uma caminhada na cidade por volta das 15h. Ainda assim, o evento foi mantido e contou com a presença de lideranças políticas da região.

QUEM OLHA PELO RETROVISOR NÃO SE BATE EM OBSTÁCULOS, VAMOS COMPARAR OS GOVERNOS DE LULA E DILMA, COM O DO PSDB DE AÉCIO?

Quem não viveu eras de governos antes de Lula e de Dilma, não sabe nem de longe, o que quer dizer dificuldades que viveram a nação brasileira nestas épocas. Tudo era muito difícil, não havia se quer incentivos por parte de governantes que pudesse contribuir com o desenvolvimento e amenizar os efeitos da pobreza e da miséria que se aprofundava a passos largos e por isso crianças morriam desnutridas devido a fome que campeava por todo canto do Brasil, principalmente no Nordeste.
Vamos comparar?
Durante séculos não existiam no meio rural: Energia elétrica, barragens, cisternas, água encanada, estradas, transportes, escolas, educação, merenda escolar, aposentadorias, direitos, alimentação em quantidade e qualidade, políticas sociais etc... a ausência destas políticas deixavam a população excluídas de tudo e em estrema pobreza. Em tempo de seca o que é comum no Nordeste, os governantes abriam frentes de serviços temporariamente, onde pais de famílias se cadastravam para enfrentar o trabalho duro de fazer pequenas aguadas manuais, muitas vezes nas propriedades de cabos eleitorais. Muitas vezes a fome e a miséria se redobravam devido os longos períodos para receber os míseros valores pagos pelos governos, raramente os frentistas recebiam também arroz com casca e feijão que além de não cozinhar o mesmo era praticamente podre,  sem falar na humilhação que era na hora de receber os alimentos que eram entregues sobre os abusos dos policiais do exercito brasileiro. Esse sofrimento todo podemos lembrar dos governos de João Figuerdo, Collor, Itamar Franco e Fernando Henrique Cardos. 
Veja algumas imagens destas épocas: 

                                                                     ARROZ EM CASCA
FEIJÃO ESTRAGADO
LONGA ESTRADA PARA ENCONTRA ÁGUA 
ÁGUA DE PÉSSIMA QUALIDADE
FOME E SEDE-REBANHO DIZIMADO
CRIANÇAS COM FOME, MÃE NÃO TEM NADA PARA ALIMENTÁ-LAS!
CRIANÇA DESNUTRIDA A CADA MINUTO MORRIA 1 DE FOME, 

Assim como esta, milhares e milhares de crianças morreram desnutridas devido a falta de condições de seus pais que não tinham condições e nem ajuda de governos, para adquirir alimentos e impedir que seus filhos morressem desnutridos por causa da fome. Hoje, isso mudou. Verdade que não mudou completamente, mas mudou de modo considerável, melhorando sensivelmente a vida do povo Brasileiro, isso se deve a implantação de políticas públicas dos governos de Lula e Dilma como: Educação, transporte escolar, saúde, eletrificação, água encanada e do exército, moradia, crédito, cisterna, garantia safra, auxilio maternidade, aposentadorias, bolsa família, conta em bancos, projetos de geração de emprego e renda, acesso a bens de consumo como carro, moto, aparelhos domésticos, e tantas outras oportunidades implantadas depois de Lula e Dilma. agora podemos afirmar que o Brasil é outro, prova disso é sai do mapa da fome, (segundo a ONU). 
E agora, você entendeu por que Aécio não gosta de comparação?
É por causa destas e de outras mudanças que votamos em Dilma, sim! Vem com a gente!!!

QUEM NÃO GOSTA QUE SE FALE DO PASSADO É AÉCIO, ISSO PARA O MESMO É OLHAR PELO RETROVISOR!

Fernando Henrique Cardoso  governou o Brasil durante oito anos, de 1995 a 2002. Foi o primeiro presidente da República a governar por dois mandatos consecutivos.
FHC, como é conhecido, teve notoriedade com o plano real. Como Ministro da Fazenda no Governo de Itamar Franco, ele reuniu um grupo de economistas que elaborou um plano capaz de estabilizar a economia. Com uma moeda estável, o país pode voltar a crescer nos governos subsequentes.
Um ano depois, FHC era eleito Presidente da República já no primeiro turno. Derrotou seu principal adversário, Luís Inácio Lula da Silva, com mais de 54% dos votos válidos.

Nova moeda: Real

Em 1º de julho de 1994 passou a vigorar a nova moeda do país, o Real. O Banco Central fixou uma paridade entre o Real e o Dólar, a fim de valorizar a nova moeda. Um Real era o equivalente a Um Dólar.
O Plano Real animou empresários e a população, e impulsionou o consumo interno. Mas o que era festa, virou preocupação para o governo. Com o consumo em alta, temia-se a volta da inflação, que acabou não ocorrendo.

Primeiro mandato

Fernando Henrique tomou posse em 1º de janeiro de 1995, sucedendo ao presidente Itamar Franco. Com o sucesso da nova moeda, a principal preocupação era controlar a inflação. Para isto, o governo elevou as taxas de juros da economia
Outra iniciativa de destaque de FHC foi privatizar empresas estatais, como a Vale do Rio Doce e Sistema Telebrás. Enfrentou muitas críticas de vários setores da sociedade, principalmente de partidos de oposição, como o PT (Partido dos Trabalhadores).
Surgiram muitas denúncias relacionadas às privatizações, de favorecimentos para determinadas empresas internacionais na compra das estatais. Porém, não impediram o plano do governo de levantar verbas para promover as reformas necessárias no plano político.
Em 1997, foi aprovada pelo Congresso uma emenda constitucional permitindo a reeleição para cargos executivos: Presidente da República, Governadores e Prefeitos. Manobra política que beneficiaria FHC nas eleições de 1998.
Outra vez o governo foi acusado de corrupção, por compra de parlamentares em troca do voto favorável à proposta de reeleição. A oposição tentou criar CPIs (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar as denúncias, mas não houve sucesso.

Segundo mandato

Calcado na estabilidade econômica e controle da inflação, Fernando Henrique conseguiu se reeleger, em 1998. Disputou a eleição e venceu novamente no primeiro turno.
Entretanto, seu segundo mandato começou em meio a crises. O país estava mergulhado em uma recessão econômica. Para controlar a inflação, as medidas desestimularam o consumo interno e, consequentemente, elevaram o desemprego.
Para piorar, uma crise internacional atingiu o Brasil no início de 1999. Os investidores, receosos, tiraram bilhões de dólares do Brasil. Não houve como manter a paridade Dólar/Real. O governo foi obrigado a desvalorizar a moeda e também recorrer ao FMI(Fundo Monetário Internacional). Com os empréstimos do FMI em mãos, teve de adotar um rígido controle sobre os gastos públicos, diminuir investimentos públicos e elevar ainda mais as taxas de juros.
Em 2000, foi criada a Lei de Responsabilidade Fiscal (Lei Complementar 101), que contribui de forma expressiva para o controle das contas públicas em todo o país.
Em 2001, o governo se viu abalado novamente, desta vez com uma crise política. Três senadores da base aliada foram desmascarados com uma série de denúncias e acabaram renunciando ao mandato, são eles: Jader Barbalho, Antonio Carlos Magalhães e José Roberto Arruda.
Ainda em 2001, ocorreu o chamado “apagão”. Foi uma crise nacional que afetou o fornecimento e a distribuição de energia elétrica. A população teve que reduzir o consumo de energia. Foi estipulada uma meta mínima de consumo, que todos deveriam cumprir: residências, indústrias, comércio, etc.

Quarta, 22 de Outubro de 2014 - 06:40 Dilma mantém 52% e Aécio 48%, diz Datafolha por Mateus Fagundes e Leda Samara | Estadão Conteúdo

Dilma mantém 52% e Aécio 48%, diz Datafolha
Fotos: Reprodução
Pesquisa Datafolha divulgada pelo jornal Folha de S. Paulo nesta quarta-feira (22) mostra a candidata Dilma Rousseff (PT) numericamente à frente do candidato do PSDB, Aécio Neves, mas em situação de empate técnico. Em votos válidos, Dilma manteve os 52% do levantamento divulgado na segunda-feira, 20, e Aécio, 48%. Em votos totais, Dilma oscilou de 46% para 47% e Aécio manteve 43%. Brancos e nulos oscilaram de 5% para 6% e indecisos foram de 6% para 4%. A pesquisa mostra também que 82% dos eleitores de Dilma acreditam que ela será reeleita no domingo. No grupo dos que votam em Aécio, 78% acham que o vencedor do pleito será ele. A pesquisa Datafolha, contratada pelo jornal Folha de S. Paulo, ouviu 4.355 eleitores nesta terça-feira, 21, em 256 municípios de todo o País. A margem de erro é de dois pontos porcentuais e o nível de confiança, de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro prevista. A pesquisa foi registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o protocolo BR-01160/2014.

PETROLINA: DILMA FOI RECEPCIONADA POR APROXIMADAMENTE 150 MIL PESSOAS!

Terça feira, (21/10/2014), a Presidenta Dilma em campanha presidencial, visitou o Semiárido Nordestino, tendo a praça da Catedral de Petrolina-PE, ficado pequena para caber as aproximadamente 150 mil pessoas, que por volta das 11h diante de temperatura bastante elevada, recepcionaram de forma calorosa a nossa candidata Dilma que estava acompanhada do Governador Wagner da Bahia, entre outras autoridades.  



Slogan foi apresentado pelos organizadores do evento, e tomou conta das mentes e dos corações dos participantes que dizia: 

"NÓS, POVOS DO SEMIÁRIDO, QUEREMOS DILMA 13".

Representantes de movimentos sociais e da ASA expuseram as conquistas implantadas a partir dos governos Lula e Dilma, dizendo que, o momento era de agradecimento a esses governos pelas conquistas alcançadas no Semiárido, além de exposições de  novas propostas para que o Semiárido Nordestino continue avançando e ampliando sempre mais as políticas publicas de alcance social, num eventual segundo mandato de nossa candidata a Presidenta Dilma. 


Dilma, em sua fala aproveitou da ocasião para agradecer a presença de todos e disse se sentir muito honrada por ser recebida de forma calorosa pelos Nordestinos do Semiárido. Lembrou da importância destas eleições pois, é a partir da mesma que poderemos continuar contribuindo e governando com parcerias importantes que aqui fizemos neste primeiro governo, aproveito para pedir o voto pois ele, é muito importante para podermos continuar a ser a presidenta de vocês, (aplausos...), para que assim, possamos trabalhando com maior afinco e avançar com nossos projetos e programas de desenvolvimento deste País, e, de igual modo continuar desenvolvendo o Semiárido Nordeste, que foi abandonado por décadas pelos governos do passado, que deixaram o Semiárido Nordestino em situação de extrema pobreza onde lhes faltavam: Eletrificação, água, cisterna, saúde, educação, moradia, crédito, assistência técnica, reforma agrária, essas políticas, só quem tinha direito era uma pequena minoria de privilegiados/as, hoje isso mudou, Verdade que não mudou completamente, mas mudou de modo considerável, melhorando sensivelmente a vida das pessoas a partir de nosso governo que criou as condições de oportunidades para todos, e isso se deve a implantação de políticas públicas de inclusão social e que teve grandes avanços depois dos governos de Lula e agora, do meu governo. Confirmou! 
Por isso, votamos em Dilma, sim!  
LEMBRANÇAS DO VELHO CHICO, ORGULHO DO SEMIÁRIDO NORDESTINO!

terça-feira, 21 de outubro de 2014

DILMA VISITA PETROLINA E MOVIMENTOS SOCIAIS ENTREGARAM MANIFESTO SOBRE O SEMIÁRIDO.

NÓS POVOS DO SEMIÁRIDO, QUEREMOS DILMA 13

Nós, povos do semiárido, nos reunimos para dizer para o Brasil-em especial áqueles que preconceituosamente afirmam que o voto dos nordestinos/as é o voto dos desenformados/as-que somos brasileiros /as não nos consideramos superiores e nem inferiores ao povo de nenhuma outras regiões. Somos brasileiros/as e, como tais, temos o direito de votar em quem quisermos e sermos respeitados/as por isso, assim como respeitamos o direito de escolha dos companheiros/as do sul, do centro ou de qualquer outra região do País.
Queremos dizer também que se vivermos uma situação diferenciada e de mais pobreza, isso se deu em virtude das políticas públicas eleitoreiras e de combate à seca, de concentração e de exclusão que foram dirigidas ao Semiárido e ao Nordeste, e não por conta da nossa natureza e/ou falta de inteligencia e de capacidade. Esta situação de exclusão e miséria só começou a ser sanada com políticas adequadas à nossa realidade e que trazem sustentabilidade e desenvolvimento para todos/as e não apenas para alguns.
Nos últimos 12 anos nossa situação mudou significativamente para melhor e queremos que esta mudança continue, se aprofunde e cresça, nos tirando efetivamente da exclusão. Neste contexto, nosso voto é inteligente e expressa o País em que acreditamos.
Queremos um país que cresça por igual e não apenas em alguma regiões. Este não é o voto dos grotões. É um voto claro, aberto, explicito e cidadão.
Votamos em Dilma, sim!
Votamos na política que avaliamos como importante para o País, para o Semiárido e para o Nordeste.
Durante seculos vivemos às margens da educação básica, do acesso à terra, à água e aos territórios, da assistência técnica, do crédito, da moradia, da eletrificação, do saneamento, da universidade, do Seguro Safra, de beneficiar e comercializar nossos produtos. No Semiárido, só quem tinha direito a essas coisas era uma pequena minoria de privilegiados/as que nos exploravam e que enriquecia mais e mais a cada estiagem.
Hoje, isso mudou. Verdade que não mudou totalmente, mas mudou de modo considerável, melhorando sensivelmente a nossa vida.
Hoje são 100 mil famílias que vivem no Semiárido produzindo alimentos de qualidade e saudáveis. O crédito para agricultura familiar passou de R$ 3 bi (há pouco mais de 10 anos) para R$ 23 bi atuais. Beneficiamos e vendemos nossos produtos. Nossos filhos-mesmo nas comunidades rurais mais afastadas-têm mais acesso à educação e estão nas universidades e escolas técnicas. Temos também mais assistência técnica para a produção e assistência médico-hospitalar.
Atravessamos, nos últimos três anos, uma estiagem cruel e dura, em que não morreu nenhum filho ou filha do Semiárido em decorrência disso. Tampouco precisamos trocar votos por água, enquanto em outras estiagens milhares de pessoas pereceram de fome.
Nosso voto quer dizer ao Brasil que conquistamos muitos direitos, mas que queremos manter e aprofundar todas essas conquistas e ir além, pois ainda nos resta muito a conquistar. Nosso voto também significa que não queremos a volta de um Brasil onde desemprego, fome e miséria são naturalizados.
Para o Semiárido Mudar Mais, queremos Dilma, Sim.
Queremos uma reforma agrária adequada ao Semiárido. Para incluir milhares de famílias ainda excluídas devemos garantir a elas o acesso a terra, com crédito, assistência técnica, acompanhamento sistemático e garantia de comercialização de seus produtos.
Queremos a delimitação e garantia dos territórios dos povos indígenas e das populações tradicionais. Sem seus territórios, esses povos permanecem à margem dos processos de desenvolvimento.
Queremos que todas as famílias que tiveram acesso à água para consumo humano tenha também água para produzir alimentos, contribuindo para a segurança alimentar e nutricional da mulheres e homens da região.
Queremos que sejam tomadas medidas urgentes para que o Brasil deixe de ser o maior consumidor mundial de agrotóxicos, garantindo mais saúde para todas as regiões do País.
Queremos superar as desigualdades entre mulheres e homens, deixando para trás as situações de violência que se impõem sobre as mulheres, que no Semiárido têm como pano de fundo a divisão sexual do trabalho.
Queremos a democratização dos meios de comunicação para que possamos ter instrumentos de reafirmação da identidade e de fortalecimento das lutas pelos nosso direitos.
PELO SEMIÁRIDO DILMA PRESIDENTA 13.

Terça, 21 de Outubro de 2014 - 09:40 Corte de água atinge 60% dos paulistanos, diz Instituto Datafolha

Corte de água atinge 60% dos paulistanos, diz Instituto Datafolha
Foto: Moura/Estadão Conteúdo
Ao menos 60% dos paulistanos já ficaram sem água em algum momento nos últimos 30 dias. Isso é o que indica a pesquisa Datafolha. Três em cada quatro atingidos pelos cortes de água disseram que a interrupção no fornecimento durou mais de seis horas. O corte acaba afetando 65% da população pobre e 32% dos que tem renda superior a 10 salários mínimos, ainda de acordo com os dados da pesquisa. Dos entrevistados, 66% afirmam que planejam estocar água, em relação aos 34% que já estão fazendo isso. Entre as medidas tomadas pela maioria da população de classe baixa, estão a de deixar de lavar a calçada (89%), reutilizar água (82%), para de lavar o carro (54%) e deixar de usar máquina de lavar roupa (51%). Já entre os ricos, as principais medidas tomadas foram não mais lavar o carro (76%), não lavar calçadas (68%) e reutilizar água (59%). O pessimismo quanto à crise no abastecimento de água é alto (88%) e a cada quatro entrevistados, três dizem que o problema poderia ter sido evitado pelo governo do estado.

Terça, 21 de Outubro de 2014 - 10:40 Por conta da votação do segundo turno, eleitores não podem ser presos a partir desta terça

Por conta da votação do segundo turno, eleitores não podem ser presos a partir desta terça
Foto: Elza Fiúza/Agência Brasil
Por determinação do Código Eleitoral, a partir desta terça-feira (21) até 48 horas após o encerramento da votação do segundo turno, que ocorre no próximo domingo (26), nenhum eleitor poderá ser preso ou detido, exceto por flagrante, em decorrência de sentença por crime inafiançável ou por desrespeito a salvo-conduto. Na Bahia, ocorre apenas a escolha entre Aécio Neves (PSDB) ou Dilma Rousseff (PT) para presidente da República, já que o pleito estadual foi definido já no primeiro turno. No entanto, apesar do horário de verão, que começou no último domingo, os eleitores deverão se dirigir a sua seção eleitoral entre as 8h e as 17h, no horário local. Com informações da Agência Brasil.

Terça, 21 de Outubro de 2014 - 15:20 Wagner anuncia entrega de obras, cooperativa e fábrica em Camaçari

Wagner anuncia entrega de obras, cooperativa e fábrica em Camaçari
Foto: Manu Dias/GOVBA
O governador Jaques Wagner tratou das obras de mobilidade urbana inauguradas recentemente em Salvador no programa de rádio Conversa com o Governador desta semana. Entre eles, Wagner destacou a ligação Paralela-Stiep, via que liga diretamente a Avenida Luís Eduardo Magalhães ao bairro do Stiep, que será entregue às 8h30 desta quarta-feira (22). O chefe do Executivo estadual também mencionou o Complexo Imbuí-Narandiba, a duplicação da Pinto de Aguiar, a Via Expressa. "Estamos fazendo aí a continuação da [Avenida] Pinto de Aguiar, a [Avenida] Gal Costa, com um mergulho que vai passar debaixo da Paralela; nós estamos também trabalhando na [Avenida] Orlando Gomes, que depois também vai se juntar com a [Avenida] Vinte e Nove de Março e vai sair lá em Paripe”, afirmou. Ainda em Salvador, Wagner mencionou a inauguração do Ginásio Poliesportivo de Cajazeiras, que ocorre no próximo sábado (25). O equipamento tem capacidade para 2,5 mil pessoas e pode dar espaço a jogos oficiais de seleções de vôlei, basquete, futsal e handebol. No interior, o governo anunciou a entrega, na próxima quinta-feira (23) da sede da Cooperativa de Produtores Rurais e de uma Fecularia em Andaraí, na Chapada Diamantina e da abertura da fábrica do grupo alemão Lapp, produtor de cabos e fios, em Camaçari, na região metropolitana de Salvador. Foram investidos R$ 50 milhões no empreendimento, que vai gerar 180 empregos diretos e que será capaz de mais de mil toneladas de cobre.

Terça, 21 de Outubro de 2014 - 20:40 Prefeito de Andorinha tem contas rejeitadas por TCM

Prefeito de Andorinha tem contas rejeitadas por TCM
Foto: Reprodução / Grupo Piquaraça
O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) rejeitou nesta terça-feira (21) as contas do exercício de 2013 da prefeitura de Andorinha, sob administração de José Rodrigues Guimarães Filho e aprovou com ressalvas as contas de Dourineide de Souza Conceição – responsável pelo período de 08 de agosto a 12 de novembro. O conselheiro Paolo Marconi aplicou ainda multa de R$ 5 mil e a restituição ao erário de R$ 9.608,68, com recursos pessoais, pelo pagamento de multas e juros por atrasos no cumprimento de obrigações. Dourineide foi penalizada apenas com multa de R$ 400 pela realização de despesas com recursos do FUNDEB em desvio de finalidade. Segundo o TCM, as contas de José Rodrigues foram reprovadas em razão de diversas irregularidades em processos licitatórios. A relatoria teria constatado a realização de dispensas e inexigibilidades de licitação, com características de burla ao procedimento licitatório, além do fracionamento de modalidade de licitação durante dois convites para aquisição de móveis e utensílios.

terça-feira, 21 de outubro de 2014 ITIÚBA: CAMPANHA DE PADRE DIEGO GANHA ALIADOS


Uma campanha diferente vem sendo coordenada pelo pároco de Itiúba, que visa à melhoria do cemitério da cidade. Segundo o Padre que chama o cemitério de a "nossa casa" a campanha visa arrecadar fundos para uma reforma no cemitério e o restante dos recursos inclusive o material de construção serão aplicados na construção de mais duas capelas na subida do monte (bairro do alto), onde o Padre deseja fazer um trabalho de formação religiosa, para evitar atos profanos durante as visitas aquele local.

A campanha já conta com muitos colaboradores, segundo o Padre o Prefeito Silvano Santos (BANGA), já ofertou uma importância significativa e agora é a vez da comunidade.

Orecadodado

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

segunda-feira, 20 de outubro de 2014 00:13 - Atualização 20/10/2014 00:15 Queimadas – Moema Gramacho pede voto para Dilma e lança André Luiz (PT) candidato a prefeito em 2016

A candidata que disse ter ido apenas quatro vezes na campanha se sentiu prestigiada pela quantidade de voto que recebeu do grupo liderado por André Luiz.


Moema na Câmara de Queimadas (des) foto-Raimundo Mascarenhas
A chapa de 2012 deverá ser mantida para 2016 com Dr André e Cloudes.
A deputada federal reeleita Moema Gramacho (PT), participou na manhã de domingo (19) de uma reunião na Câmara de Vereadores de Queimadas, onde agradeceu os 2.988 votos, correspondente a 24,32%, dos votos válidos, ficando na primeira posição entres os candidatos a deputados federal votados no município. Ao lado do farmacêutico André Luiz Andrade (PT) e do empresário Cloudes Rios Araújo (PDT), a dupla que disputou as candidaturas de prefeito e vice na eleição de 2012, Moema disse que começou na campanha a amizade com todo o grupo liderado pelo petista e o trabalhista e este relacionamento não tinha prazo de validade e eles podiam contar com ela em 2016, “quando iremos implantar um novo projeto de governo no município, ou seja, vamos repetir o que aconteceu em 2014”, falou Moema enquanto arrancava aplausos do público que lotou o auditório da Câmara de Vereadores.
Moema na Câmara de Queimadas (4) foto-Raimundo Mascarenhas
Ela reconheceu a expressiva votação obtida no município e disse que não foram os désseis segundos que apareceu pedindo votos no horário eleitoral na TV e sim ao aval que recebeu de Dr André como é conhecido, Cloudes e todo grupo. “O trabalho feito por todos que resultou no êxito desta eleição, para mim, os nossos deputados estaduais que dobramos aqui em Queimadas, para o governador Rui Costa, Otto senador e Dilma, nossa presidenta, que se repita agora para reeleição de Dilma e em 2016 vamos apoiar Dr. André, prefeito”, garantiu a petista.
Moema disse que quer ser reconhecida como a deputada federal do sisal
Moema disse que quer ser reconhecida como a deputada federal do sisal
Moema lembrou que esteve no município quatro vezes durante a campanha e externou o formato do mandato que terá início em fevereiro do próximo ano com a criação de um conselho político e um fórum permanente do mandato buscando ouvir as bases e socializar suas ações. Ela disse também que irá exercer um mandato republicano na busca de ampliar as bases, trabalhar por todo o estado, mas o território do sisal terá uma atenção especial, pois recebeu mais de 18 mil votos e incluindo os municípios entorno, somam 25 mil, tornando a segunda base eleitoral e isso lhe credenciou ser a deputada do sisal, “motivo de honra e de compromisso”afirmou. A petista foi votada em 333 municípios em todo estado.
Sobre o movimento “Bom Dilma”, Moema pediu empenho da militância para ampliar os votos e diminuir a abstenção que chegou a 26,65% na eleição de 05 de outubro, ou seja, 18.022 eleitores deveriam votar nas 63 seções, mas compareceram apenas 13.822, ficando 5.022 sem votar. Ela pediu também para que todos trabalhassem no sentido de convencer aos que não votaram em Dilma, acompanhar este projeto que vem mudando a vida das pessoas.
A parlamentar com discurso firme falou ainda sobre o combate a corrupção no país e destacou os avanços sociais dos últimos 12 anos, de governo do PT. “Por mais que o PT tenha cometida erros, tenho orgulho de ser petista e a oposição está preocupada com os nossos acertos, pois eles estão melhorando a vida do povo”, desabafou.
Moema na Câmara de Queimadas (6) foto-Raimundo Mascarenhas
André Luiz destacou a votação regional de Moema e se alegrou, já que após Serrinha e Quijingue, onde a petista obteve 5.523 e 4.527 votos respectivamente, Queimadas ficou na terceira posição dentre os municípios do território do sisal com 2.988 votos, vindo em seguida Santaluz com 1.042 votos. “Nossa luta valeu e somamos 81.414 votos e Moema vai nos representar no Congresso Nacional”, falou André ao CN.
André Luiz disse orgulhoso por ter dado a terceira melhor votação no território do sisal a Moema.
André Luiz disse orgulhoso por ter dado a terceira melhor votação no território do sisal a Moema.
André lembrou que foi apresentado a Moema pelo prefeito de Serrinha,Osni Cardoso, de quem recebeu muita ajuda em 2012, quando disputou a eleição para prefeito. A votação recebida pelos candidatos a deputados estadual apoiado por pessoas ligadas ao grupo liderado por André Luiz, agradou o líder político e deixou otimista para a campanha de 2016 e garantiu trabalhar para manter o grupo unido e entusiasmado para apresentar este novo projeto para sociedade de Queimadas.
Os deputados apoiados pelo grupo somaram 5.620 votos, três eleitos, Alex da Piatâ (PMDB), obteve 1.250 votos, Joseildo Ramos (PT), 594, e Vando (PSC), 306 e os não eleitos, Ângelo Almeida (PT), 1.449 votos, Anderson Muniz (PTN), 1.398 e Cecilia Petrina (PT), 623 votos. André disse que o grupo de oposição saiu fortalecido nesta eleição e não faltará esforço para ampliar a votação de Dilma Rousseff (PT), que obteve 9.359 votos (74,40%), Marina Silva (PSB), 1.548 votos (12,31%) e Aécio Neves, 1.525 votos (12,12%).
Moema na Câmara de Queimadas (2)
Ele estava acompanhado de Silvio Soares, presidente do diretório local do PT e dos vereadores Paulino Ferreira da Silva (PT), “Paulo do Riacho”, Ivanivalda Queiroz dos Santos Silva (PSD), Agnaldo dos Santos Coelho (PT), “Neto”, Luiz Souza Carneiro (PSC) e Lazaro José dos Santos Silva (PT), presidente da Câmara. Também participaram da reunião representantes de Retirolândia, Nordestina, Santaluz e Valente, municípios onde Moema foi votada.
Zé Mariano pediu participação ativa da deputada em Queimadas.
Zé Mariano pediu participação ativa da deputada em Queimadas.
Participação popular – No final da reunião, foi aberto espaço para participação popular e por trinta minutos foram feitas diversas reinvindicações e externadas situações políticas do município, a exemplo da participação de Zé Mariano, líder político da região do Gregório. Ele integrou na vida pública em 1988 com André Luiz e confessou ter se afastado, mas retornou e acredita na eleição de 2016.
Ele agradeceu ao governo estadual pela obra do serviço de abastecimento d’água que está sendo construída, mas lembrou da necessidade do calçamento. Sobre a eleição de domingo, ele pediu voto para Dilma e chamou todos para reflexão na hora do voto: “Domingo teremos três segundos para ser feliz ou sofrimento nos próximos quatros anos”.
A estudante Ana Paula, pediu para Moema ser diferente, pois os deputados votados em Queimadas só servem para apoiar os blocos da lavagem e colocar seus nomes nas camisas. O empresário Antonio Lantyer, disse que estava decepcionado com os deputados votados em Queimadas e pediu para Moema ser diferente, tanto que os votados no município em 2010, não repetiram as votações.
Redação CN * fotos: Raimundo Mascarenhas

segunda-feira, 20 de outubro de 2014 02:05 Monte Santo – Deputada Fátima Nunes entusiasma militância durante “Bom Dilma” organizado pelo PT local

Deputada pede a presença maciça do povo de Monte Santo nas urnas para evitar o alto índice de abstenção e consequentemente aumentará a frente de Dilma em relação ao primeiro turno.


Fátima Nunes agradece votos em Monte Santo1 - foto- Raimundo Mascarenhas
A deputada estadual Fátima Nunes (PT), reeleita com 57.057 votos para seu terceiro mandato, esteve na cidade de Monte Santo durante todo o dia de domingo (19), onde almoçou com lideranças e a tarde participou de uma reunião intitulada “Bom Dilma” e ao falar para o CN, disse que não poderia deixar de agradecer ao povo da Bahia do sertão ao litoral pela oportunidade que concedeu de retornar a Assembleia e Monte Santo, onde obteve 1.073 votos, sendo a 4ª mais votadas entre as eleitas, não poderia ser diferente. Ela falou da importância da reeleição da presidenta Dilma para o país, pois ajudou o Brasil no avanço em diversas direções e estas ações mudaram a vida de milhares de brasileiros com educação, escolas, estradas, construção de novos hospitais, cisternas, casas e móveis novos e muitos mais. “Hoje o filho do pedreiro ou da empregada doméstica já pode estudar medicina e aquele tempo de viajar para São Paulo em busca de oportunidade acabou”, acrescentou.
reunião em monte santo
Com um discurso afinado para entusiasmar a militância que lotava o salão de reunião da Associação Comercial, chamou atenção das pessoas que tem parentes em São Paulo ou em outros estados e pediu para que telefonassem, mandassem mensagens pelo Whatsapp, Facebook, cartas, enfim da maneira que achar melhor, pedindo o voto para reeleição de Dilma e informando que a vida mudou depois dos projetos socais iniciados por Lula e sequenciado por Dilma Rousseff.
Fátima Nunes vai para seu terceiro mandato.
Fátima Nunes vai para seu terceiro mandato.
Fátima Nunes pediu a militância para conversar com os jovens que tem 20 anos, pois quando Lula ganhou a eleição em 2002, tinham apenas oito e talvez não lembrem como era a vida naquela época, mas seus pais têm ainda isto vivo na memória. A parlamentar demonstrou preocupação com a abstenção, e tomando como base a eleição do primeiro turno onde 13.062 deixaram de votar, ou seja, 31,10% do eleitor, pediu empenho de todos e que utilizem todos os meios de transporte. Monte Santo tem um colégio eleitoral formado por 40.063 eleitores que votam em 140 seções.
Fátima disse que vai ligar para os deputados eleitos que foram votados no município, irá falar com o prefeito Jorge Andrade, que é do PP, partido da base, para uma força tarefa no sentido de levar o maior número de eleitores as urnas. ” O momento é de uma união de todas as lideranças, pois a eleição é nacional e o que está se discutindo é o futuro do Brasil e a manutenção destes programas socais que estão melhorando a vida do povo brasileiro”, lembrou a petista.
“Com a reeleição de Dilma, este país vai continuar mudando e ela já tem metas mais ambiciosas para alguns desses programas e vai oferecer mais 12 milhões de vagas no Pronatec e construir três milhões de residências no Minha Casa Minha Vida e fará um Plano de Transformação Nacional, com reformas na área urbana, desburocratização dos processos de governo, banda larga para todos, mudanças dos serviços públicos e reformas federativa e política”, concluiu a parlamentar.
O PT de Monte Santo apoiou duas mulheres que conseguiram a eleição.
O PT de Monte Santo apoiou duas mulheres que conseguiram a eleição.
Em Monte Santo, Fátima Nunes fez dobradinha com a deputada federal reeleita Moema Gramacho (PT), que obteve 1.571 votos (5,41%). Caçula de 20 irmãos, Moema formada em Química e Biologia pela Escola Técnica Federal, onde se iniciou nas atividades políticas militando no movimento estudantil, falou ao CN que levou para a vida profissional o espírito de militante política e da luta coletiva que a acompanham até hoje. Na política foi deputada estadual por três mandatos e prefeita de Lauro de Freitas, em 2005, reeleita em 2008 e está a 34 anos filiada ao PT.
Moema recebeu mais de 18 mil votos somente na região do sisal.
Moema recebeu mais de 18 mil votos somente na região do sisal.
Dentre os programas sociais que estão beneficiando a região, Moema falou Prouni, que tem como finalidade a concessão de bolsas de estudo integrais e parciais em cursos de graduação e sequenciais de formação específica, em instituições de ensino superior privadas criado pelo Governo Federal em 2004 e está contribuindo para os filhos dos pobres cursar faculdade, o Ciência sem Fronteiras, que promove a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional e prevê a utilização de até 101 mil bolsas em quatro anos para promover intercâmbio e construção de cisternas que tem como público alvo as famílias rurais de baixa renda localizadas no Semiárido brasileiro, região historicamente caracterizada por longos períodos de estiagem e pelas enormes dificuldades para acessar água em quantidade e qualidade suficiente.
Adailton Andrade demonstrou satisfação pela força do PT, ele que ao lado de Evaristo e outros "companheiros" deram inicio ao PT em Monte Santo.
Adailton Andrade demonstrou satisfação pela força do PT, ele que ao lado de Evaristo e outros “companheiros” deram inicio ao PT em Monte Santo.
Moema terminou seu pronunciamento incentivando a militância para ir as ruas trabalhar pela reeleição de Dilma, pois estes projetos não podem parar e pediu para não permitir o nepotismo e nem “netismo” no Brasil. Estiveram presentes na reunião o prefeito de Itiúba Silvano Santos de Carvalho (PT), mais conhecido por Banga, o ex-prefeito de Andorinhas Argileu Lima (PT) e José Valdo Evangelista de Oliveira (PSC), ex-vice-prefeito de Monte Santo e candidato derrotado na eleição de 2012 e Zé Silva diretor executivo do CONSISAL e presidente do PT de Valente.
O PT ganha força e pode surgir com uma opção nas eleições municipais de 2016.
O PT ganha força e pode surgir com uma opção nas eleições municipais de 2016.
O presidente do PT de Monte Santo, Samuel Reis, agradeceu a presença de todos e considerou a campanha rumo à reeleição da presidente Dilma, vitoriosa. “Estamos vivendo um momento novo neste trajeto de caminhada iniciada a 30 anos e estamos mudando a cada dia, pois aqui tínhamos problemas da moralidade infantil e isso acabou, a luta pela terra tem nos dado bons resultados, as conquistas dos fundos de pastos, a escola da família agrícola, hoje atendendo 28 municípios, enfim, isto não pode acabar”, desabafou.
Os frutos começam a surgir em Monte Santo com a força de Lula, Dilma e Rui garante Evaristo.
Os frutos começam a surgir em Monte Santo com a força de Lula, Dilma e Rui garante Evaristo.
Evaristo Rodrigues de Lima, disse que o partido acertou quando escolheu duas mulheres para votar e “agora, mais uma mulher e de coração valente, Dilma”, afirmou. Ele também falou da alegria com a presença povo de diversas comunidades e falou do desafio de todos em viver bem, principalmente com água nas comunidades. Ele também falou da importância de Maria da Glória, pioneira na história do PT e bastante envolvida na reeleição de Dilma.

Segunda, 20 de Outubro de 2014 - 20:05 Vox Populi: Dilma Rousseff tem 52%; Aécio Neves, 48%

Vox Populi: Dilma Rousseff tem 52%; Aécio Neves, 48%
A presidente Dilma Rousseff (PT), que tenta a reeleição, também aparece numericamente à frente do candidato do PSDB, Aécio Neves na pesquisa Vox Populi divulgada nesta segunda-feira (20): ela obteve 52% das intenções de voto contra 48% conseguidos pelo tucano, considerando apenas os votos válidos. Na semana passada, a petista tinha 51% e o tucano, 49%. Com a margem de erro de 2,2 pontos percentuais, elas estão tecnicamente empatados. Brancos e nulos somam 5 por cento, mesmo índice dos indecisos. O Vox Populi ouviu 2.000 eleitores em 147 municípios.

Segunda, 20 de Outubro de 2014 - 19:45 Datafolha: Pela primeira vez, Aécio tem rejeição numericamente maior que a de Dilma

Datafolha: Pela primeira vez, Aécio tem rejeição numericamente maior que a de Dilma
Foto: Divulgação
O candidato à Presidência da República pelo PSDB, Aécio Neves, apresentou pela primeira vez índice numericamente maior de rejeição, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20): 40% afirmaram que não votariam “de jeito nenhum” no tucano, enquanto 39% responderam o mesmo em relação à presidente Dilma Rousseff (PT). Ainda sobre o ex-governador mineiro, 41% afirmaram que “votariam com certeza”, 18% que “talvez votassem” e 2% que “não sabem”. Já em relação à petista, 45% responderam que “votariam com certeza”, 15% “talvez votassem” e 1% que “não sabe”. O Datafolha também fez um levantamento sobre a avaliação do eleitorado sobre o desempenho do governo de Dilma: 42% consideram sua gestão boa ou ótima, 37%, regular e 20%, ruim ou péssima.

Segunda, 20 de Outubro de 2014 - 19:03 Datafolha: Dilma ultrapassa Aécio, mas empate técnico persiste

Datafolha: Dilma ultrapassa Aécio, mas empate técnico persiste
Foto: Reprodução
Com 52% das intenções de voto Dilma Rousseff (PT), está empatada tecnicamente com Aécio Neves (PSDB), que obteve 48% da preferência do eleitorado, na pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (20).  É a primeira vez que ela se encontra à frente do rival, segundo o instituto. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Indecisos somam 6%; brancos e nulos, 5%. Considerando os votos válidos, a petista tem 46% e o tucano, 43%. O Datafolha ouviu 4.389 eleitores em 257 municípios. Todas as entrevistas foram feitas nesta segunda. O nível de confiança do levantamento é 95% (em 100 pesquisas com a mesma metodologias, os resultados estarão dentro da margem de erro em 95 ocasiões). O registro no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é BR 01140/2014.

Segunda, 20 de Outubro de 2014 - 17:20 Projeção de PIB tem leve queda e fica em 0,27%; Inflação mantém 6,45%

Projeção de PIB tem leve queda e fica em 0,27%; Inflação mantém 6,45%
Foto: Ilustrativa
Após leve aumento na expectativa do mercado para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), o índice voltou a cair na opinião dos especialistas do mercado financeiro como pontuado no boletim Focus da última sexta-feira (17). A previsão é que o PIB cresça 0,27% neste ano e 1% em 2015. Já a produção industrial é revisada para baixo e a expectativa é que haja retração, passando de - 0,16% para -0,24%. A inflação permanece na estimativa de 6,45% para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). Para 2015, o indicador se mantém em 6,3%. Ante 19 quedas quedas seguidas, a projeção de instituições financeiras para o crescimento da economia foi levemente ajustada para cima no último relatório.  

Segunda, 20 de Outubro de 2014 - 14:20 Protesto a favor da preservação do São Francisco reúne cinco mil

Protesto a favor da preservação do São Francisco reúne cinco mil
Foto: Divulgação
Mais de cinco mil moradores da região do médio São Francisco participaram de uma manifestação nesta sexta-feira (17), no município de Bom Jesus da Lapa, em defesa da preservação do rio. Ao chegar à ponte do rio, os manifestantes despejaram água, levada em vasilhas, no leito do rio para simbolizar o desejo de ver o rio cheio novamente. O ato foi promovido por diversas entidades ligas à Articulação Popular São Francisco Vivo (SFVivo). Em comunicado à imprensa, a assessoria de comunicação da entidade argumentou que a largura média do Velho Chico diminuiu de 600 para 150 metros. De acordo com Samuel Britto, da SFVivo, o objetivo das manifestações é “sensibilizar os brasileiros para a necessidade de medidas urgentes que contenham sua devastação total do Rio”, disse. A associação pediu ao Ministério Público Federal uma moratória para a suspensão de novos licenciamentos para uso do rio. 

Segunda, 20 de Outubro de 2014 - 14:40 TCM reprova 15 contas de municípios baianos no exercício de 2013

TCM reprova 15 contas de municípios baianos no exercício de 2013
Foto: Divulgação
Das 130 contas de municípios baianos julgadas pelo Tribunal de Contas do Município (TCM), no exercício de 2013, 15 foram rejeitadas. Entre os motivos mais recorrentes para a reprovação das contas estão a abertura de créditos adicionais sem a existência de recurso ou autorização legislativa e sonegação de processos licitatórios ou irregularidades nos procedimentos. 115 contas foram aprovadas com ressalva. Das contas rejeitadas, estão a da prefeitura de Teodoro Sampaio, sob a gestão de Akira Suga (PSB), do prefeito de Itapebi, Francisco Antônio de Brito Filho (PSC), e da prefeitura do sudoeste baiano, Planaltino, sob a gestão de José Carlos Gomes Nascimento (PCdoB). Quanto às contas das 417 câmaras, das 154 julgadas cinco foram aprovadas na íntegra, 141 com ressalvas e oito rejeitadas. A maioria dos gestores reprovados descumpriu o art. 29-A da Constituição Federal, ultrapassando o limite para despesa total.